Esta menina sofre de uma rara alergia à água: toda vez que ela toma banho, tem que tomar medicamentos - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Esta menina sofre de uma rara alergia…
2 papagaios conversam: os seus tons e gestos são incrivelmente Uma mulher pede o divórcio porque o marido não discute com ela:

Esta menina sofre de uma rara alergia à água: toda vez que ela toma banho, tem que tomar medicamentos

Por Roberta Freitas
1.297
Advertisement

Todos nós sabemos que o organismo de um indivíduo humano adulto é composto por cerca de 60% de água. É quase supérfluo, à luz desta nossa característica, insistir no quão indispensável este elemento é para a nossa sobrevivência. Nós, humanos, estamos naturalmente ligados à água.

Não é por acaso que quando optamos por dar um mergulho na piscina, no mar ou num lago, de certa forma é como se estivéssemos respondendo a um "chamado" primordial, uma necessidade de voltar a entrar em contacto com a água. Mas o que aconteceria se nosso corpo tratasse a água como uma substância tóxica?

via: Daily Mail

A resposta a essa pergunta é praticamente a vida diária de Rachael Fetter. Esse jovem de 23 anos mora nos Estados Unidos, no estado de Idaho, e é uma das 50 pessoas no mundo com urticária aquagênica. Portanto, é uma doença muito rara que causa reações alérgicas graves ao contato com a água. Ela foi oficialmente diagnosticada com a doença em 2019. Antes, pensavam que seus males eram causados ​​pela intolerância a certos tipos de sabonetes.

No entanto, embora mudasse constantemente os produtos que usava no banho, a situação não estava melhorando em nada. Como se pode imaginar, essa condição torna a vida da jovem um tanto difícil. Cada vez que ela se lava, é forçada a tomar analgésicos. Ela pode tomar banho por no máximo 5 minutos, e quase exclusivamente com água fria.

Sua pele se enche de bolhas e ela sente uma intensa sensação de queimação que vai diminuindo gradualmente, mas que também pode durar dias. Como se não bastasse, mesmo quando bebe é obrigada a fazê-lo com moderação. Ela só pode beber pequenas quantidades de líquidos, caso contrário, corre o risco de ter um desconforto estomacal. Ela não pode se dar ao luxo de ser surpreendida por uma chuva, e até mesmo seu próprio suor pode irritá-la. Embora sua doença seja única e em muitos aspectos exaustiva, Rachael vive com ela com grande paciência e coragem.

Advertisement

O dia em que recebeu o diagnóstico, depois de vários testes cutâneos, foi um alívio e não uma condenação para ela. Ela finalmente sabia com o que estava lidando e sabia que não era a única a lidar com esse distúrbio todos os dias.

Enquanto espera, e acima de tudo na esperança de que a cura seja encontrada, Racheal decidiu contar sua história para o mundo para que todos possam entender esta condição única. Da mesma forma, ela espera que suas palavras cheguem a quem compartilha o mesmo problema. Pessoas que, como ela no passado, podem não ter ideia do que está acontecendo, mas agora podem saber que não estão sozinhas.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado