O cachorro está com uma doença terminal: a família dá a ele o melhor final de semana de sua vida - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
O cachorro está com uma doença terminal:…
A história de Ranger, o pastor alemão que tem nanismo e ficará parecendo um filhote para sempre Falta de educação nos céus: 12 fotos que mostram o pior lado dos passageiros

O cachorro está com uma doença terminal: a família dá a ele o melhor final de semana de sua vida

6.110
Advertisement

Decidir adotar um cão é uma escolha importante, que não pode ser tomada com base em um simples gosto ou desejo do momento. Um cão é outro ser vivo e, por isso, temos que assumir nossas responsabilidades: amá-lo e tratá-lo bem sempre, por toda a vida, como se fosse outro membro da família. Como fez a família de Stephen Rampersad que amava particularmente seu cachorro, Wilson, um pointer alemão de 14 anos de idade.

via: Metro

Infelizmente, a expectativa de vida média de um cão é decididamente menor que a dos humanos e, por esse motivo, a família de Stephen teve que sofrer a dor de perder o cão. Wilson havia sido diagnosticado com bexiga inoperável e câncer de estômago - não havia muito o que fazer. Toda a família, no entanto, depois de receber a notícia angustiante, imediatamente se afastou da tristeza e decidiu dar ao cachorro alguns belos últimos dias de vida.

Assim, Stephen Rampersad, sua esposa Christen e seus filhos, Noah e Jonah, passaram um fim de semana inteiro com seu amado Wilson. Primeiro, deram a ele um analgésico, depois o levaram de barco e permitiram que ele nadasse livremente na água pela última vez. O cão também gostava de passeios de carro e de visitar lojas.

Advertisement

Uma manhã, Stephen levou Wilson para o trabalho, para o quartel dos bombeiros, fazendo-o passar a manhã como bombeiro honorário. No almoço, ele foi capaz de saborear um hambúrguer fantástico com batatas fritas e bacon.

Wilson estava com Stephen antes mesmo de iniciar seu caso de amor com Christen e levá-lo ao veterinário para morrer foi sem dúvida uma das experiências mais difíceis de sua vida. O pobre Wilson se foi em seus braços, em paz.

Onde quer que esteja, certamente Wilson encontrou a paz e partiu com a satisfação de ter passado os últimos momentos de sua vida cercado por quem amava. Sua família também tem uma bela lembrança dele.

É muito triste que a vida média de um cão seja mais curta que a dos humanos, mas é certo que, ao longo dos anos em que eles nos acompanham na vida, eles nos dão muitas das melhores experiências e tanto amor.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
13 Fevereiro 2014
442.007
17 Março 2014
25.268
22 Abril 2014
172.092
28 Abril 2014
32.115
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado