Esta enfermeira adotou um jovem morador de rua autista para ajudá-lo a enfrentar um transplante de coração - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Esta enfermeira adotou um jovem morador…
Leva o cachorro para tosar: quando o vê começa a rir por causa do seu novo penteado Bear e Taylor, os cachorros corajosos que farejaram um coala e o salvaram de um incêndio na Austrália

Esta enfermeira adotou um jovem morador de rua autista para ajudá-lo a enfrentar um transplante de coração

Por Roberta Freitas
2.219
Advertisement

Quando Jonathan Pinkard, 27 anos, afetado pelo autismo, descobriu que sua saúde exigia urgentemente um transplante de coração, sua situação não era das melhores. Pouco dinheiro, nenhum membro da família que pudesse ajudá-lo e nem um lugar permanente onde dormir, certamente não facilitavam sua vida cotidiana.

Como se isso não bastasse, ele não tinha ninguém para ajudá-lo a seguir o procedimento de transplante, e o tempo até conseguir fazer a cirurgia provavelmente aumentaria perigosamente. Uma série de coisas negativas que levariam alguém ao desespero. Felizmente, Jonathan conheceu uma pessoa maravilhosa e sincera em seu caminho, que deu uma contribuição fundamental para que ele pudesse resolver seus problemas.

via: Metro

Lori Wood, uma enfermeira de plantão no Hospital Piedmont Newnan, na Geórgia, soube da situação de Pinkard alguns dias depois de ser contratada na unidade. Em seus 35 anos de experiência, a mulher de 57 anos já havia entrado em contato com pessoas de todos os tipos, cada uma com uma história comovente ou dramática. Nenhum deles, no entanto, tocou o coração de Lori como Jonathan.

Enquanto o jovem tentava pela segunda vez se colocar na lista para um novo coração, a enfermeira decidiu ajudá-lo de maneira concreta. Para facilitar os procedimentos de transplante e permitir que Jonathan tivesse esperanças, ela pediu que o garoto se mudasse para casa dela, que teria sido sua tutora, como uma verdadeira mãe. 

Assim, Pinkard e Wood se tornaram uma família. A mulher, mãe solteira, consultou seus três filhos antes de dar as boas-vindas ao jovem em casa, e todos ficaram entusiasmados com a ideia. Jonathan, incrédulo por tanta generosidade, disse que estava incrivelmente impressionado com o fato de alguém que ele só conhecia há alguns dias ter feito esse gesto.

Lori se tornou outra "mãe" de Jonathan, que passou cerca de 8 meses na casa da enfermeira antes de ser operado. Felizmente, o transplante cardíaco foi bem-sucedido e a mulher, com todo o seu altruísmo, permaneceu ao lado do garoto por um longo período de convalescença. Durante esse período, Wood concluiu todos os procedimentos legais para se tornar a mãe adotiva de Jonahtan em todos os aspectos.

Advertisement

E o garoto não poderia estar mais tranquilo. De fato, não apenas o seu pós-operatório correu muito bem, mas ele está mais afinado do que nunca com sua nova família. A imensa demonstração de benevolência da enfermeira se espalhou pelo mundo, e a mulher chegou a receber o President's Award for Nurses, um prêmio concedido aos trabalhadores de hospitais que mais se destacaram por suas contribuições à comunidade.

Lori Wood, Staff RN in PACU, was recently named the 2018-2019 Annual Promise 360 Champion for Piedmont Newnan Hospital....

Pubblicato da Piedmont Healthcare su Lunedì 9 settembre 2019

Não há como negar: o mundo certamente precisaria de muito mais pessoas como Lori Wood, uma mulher que foi capaz de mudar a vida de um garoto em dificuldade da noite para o dia, restaurando a sua esperança e o seu desejo de viver.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado