O cemitério remove a lápide de um menino de 4 anos, porque não está "alinhada" com todas as outras - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
O cemitério remove a lápide de um…
Um homem sem coração sorri enquanto entrega seu cão aterrorizado ao canil: felizmente para ele uma nova vida começará Um garoto de rua ganha uma bolsa de US$ 3 milhões e salva sua família da pobreza

O cemitério remove a lápide de um menino de 4 anos, porque não está "alinhada" com todas as outras

Por Roberta Freitas
7.786
Advertisement

Para alguém que perdeu um ente querido, é importante ter um lugar para chorar ou simplesmente se sentir mais próximo dele. Há quem não precise de um local físico e quem queira cuidar de uma lápide, como se fosse uma homenagem para a pessoa da qual sente falta.

O que aconteceu com uma mãe em Worcestershire, um condado da Inglaterra, teria partido o coração de qualquer pessoa: o cemitério removeu a lápide de seu filho, que morreu com apenas 4 anos de idade, aparentemente porque outra família se queixou da forma da lápide.

via: Daily Mail
image: pixabay

Max Corbett-Gardener tinha apenas 4 anos quando, infelizmente, sua saúde se deteriorou consideravelmente devido à uma forma de epilepsia grave com a qual ele viveu. Na ocasião do que seria seu sétimo aniversário, mamãe montou uma placa especial, o que a lembrou muito do filho: "Foi como um presente de aniversário para ele da minha parte", disse a mulher.

A placa era um ursinho de pelúcia abraçando uma estrela, com o nome e as datas habituais escritas, mas o cemitério decidiu remover a laje sepulcral, apenas três dias após a sua instalação.

A placa foi removida sem o consentimento da mulher, sem ela ter sido informada anteriormente: na origem de tudo isso, haveria uma reclamação de outra família que frequenta o mesmo cemitério. "Estou chateada, angustiada e com raiva. Minha família passou por muitas coisas. Eu podia entender se a lápide estivesse desarrumada ou abandonada, mas esse não era o caso", acrescentou a mãe de Max.

O que levou à remoção teria sido uma violação do regulamento do cemitério, que sanciona os tipos de lápides concedidos. Aquela de Max não estaria "alinhada" com o resto do cemitério, porque fora da área reservada para as sepulturas de crianças. Agora a mãe de Max estaria tentando restaurar a lápide.

Sem dúvida, se houver um regulamento, é certo que seja respeitado e que todos recebam os mesmos tratamentos. O que talvez possa ser questionado é a maneira como fizeram tudo isso, o que causou dor à mulher e ao resto da família.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado