Uma menina de 4 anos doa a medula para o seu irmão que sofre de uma doença rara, salvando sua vida - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Uma menina de 4 anos doa a medula para…
Francesca nasceu prematura com 24 semanas: o seu pezinho é do tamanho de uma moeda de 1 centavo Cordon bleu de abobrinhas: a receita fácil para preparar esse prato com poucas calorias e muito sabor

Uma menina de 4 anos doa a medula para o seu irmão que sofre de uma doença rara, salvando sua vida

Por Roberta Freitas
476
Advertisement

Quando nasceu, o pequeno Colton parecia um bebê perfeitamente saudável. Escrevemos "parecia" porque, alguns dias após o seu nascimento, os exames médicos habituais infelizmente revelavam nele uma condição rara e muito séria.

Estamos falando de imunodeficiência combinada grave, também conhecida como "síndrome da criança na bolha". Um nome que fala muito sobre a gravidade da doença: as crianças nascidas com essa disfunção rara têm um sistema imunológico incapaz de combater infecções, nem mesmo as mais banais, e é por isso que devem viver completamente isoladas do mundo exterior. Inútil descrever o choque que a família sentiu ao receber essa notícia. No entanto, foi exatamente da família do recém-nascido que algo maravilhoso aconteceu, e literalmente salvou a vida do bebê.

As crianças, sabemos, às vezes conseguem nos dar lições e exemplos de coragem que raramente encontramos nos adultos. Será pela pureza ou pelo pouco conhecimento do perigo: seja qual for o motivo, a irmã mais nova de Colton, Khloe, decidiu ajudar o menino de uma maneira absolutamente emocionante.

Ninguém na casa poderia correr o risco de colocar Colton em perigo, talvez trazendo doenças que poderiam ser fatais para ele. A vida, portanto, não foi nada fácil, pois as duas irmãs Krissy e Khloe tiveram que frequentar as aulas em um ambiente protegido, fora da instituição. Sacrifícios e precauções continuaram até que os médicos dissessem para os pais da criança que a única maneira de tentar conter a doença, era fazendo um transplante de medula óssea.

Pai, mãe e duas filhas foram submetidos a testes para descobrir quem era mais compatível com o pequeno Colton, e a resposta foi clara: era Khloe, a filha mais nova, com apenas 4 anos de idade. A menina, por sua vez, entendeu que seu irmão mais novo estava em dificuldade: superando um medo normal e mostrando uma coragem exemplar, ela passou por todos os procedimentos médicos para tirar a medula e entregá-la ao irmão mais novo. Mamãe disse que ela muitas vezes se dirigia ao irmãozinho dizendo: "Eu vou salvar sua vida".

Advertisement

E foi o que fez, porque o transplante de medula óssea - felizmente - foi um sucesso. Colton, depois de um mês passado no hospital, conseguiu voltar para casa, com a esperança, por parte dos médicos, de que em cerca de um ano ele pudesse ter uma vida normal, assim como toda criança como ele merece.

A contribuição de Khloe tem sido fundamental para dar a Colton e seus entes queridos novas esperanças e a oportunidade de crescer com mais serenidade e saúde. Não há como negar: essa menina de 4 anos agiu como uma verdadeira heroína e, com certeza, quando ela e o irmãozinho crescerem, os dois gostarão de se lembrar do belo episódio que os une.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado