O pai dá umas palmadas fortes na filha e ela conta tudo na escola: acusado e preso por lesão intencional - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
O pai dá umas palmadas fortes na filha…
Um homem é forçado a coletar lixo para sobreviver depois que sua namorada gastou todo o seu dinheiro Ela é rejeitada por uma escola por causa da grande quantidade de alunos inscritos, mas seu QI é maior que o de Einstein

O pai dá umas palmadas fortes na filha e ela conta tudo na escola: acusado e preso por lesão intencional

Por Roberta Freitas
24.278
Advertisement

O trabalho dos pais é muito árduo, saber ensinar as regras da vida para uma criança geralmente exige escolhas e sacrifícios difíceis, mesmo que às vezes possamos passar por pessoas severas; mas nenhuma criança deve ser punida fisicamente por ações ou atitudes não conformes ou incorretas: assim, acabamos por perder a razão. Como aconteceu com Joaquin Arambula, membro da Assembléia Democrática de Los Angeles.

via: ABC 30

O diplomata, com três filhos de 3, 6 e 7 anos, bateu em sua filha mais velha porque, uma noite, enquanto os pais tentavam dormir e descansar, a menina brincava e fazia muito barulho; por isso, Joaquin quis dar uma lição exemplar à filha batendo nela de uma maneira bastante severa. A menina não aceitou aquele ato de violência e, no dia seguinte, contou tudo aos professores na escola.

Quando a menina foi para a escola primária de Dailey, na manhã seguinte, ela se comportou estranhamente e com raiva; os professores também perceberam que a garota estava com hematomas e, no final, conseguiram fazê-la dizer a verdade: o pai tinha batido nela.

Após essa revelação, a polícia local primeiro fez perguntas à família Arambula e depois indiciou o diplomata por acusações de lesão intencional a uma criança, seguido pela sua prisão. Pouco tempo depois, todos os três filhos foram colocados sob custódia de seus avós, os pais de Joaquin Arambula.

O pai, por sua vez, se justificou explicando para a ABC 30: "Temos noites em que estamos sobrecarregados e sentimos que temos um trabalho que temos que fazer com nossos filhos. Naquela noite, foi uma noite em que minha filha não estava se comportando bem. É o que os pais precisam ser capazes de fazer, ter algumas regras básicas, para serem bons pais".

Advertisement

No entanto, Arambula também quis enfatizar que ele sempre foi um pai carinhoso: "Todo mundo que nos conhece na comunidade sabe que eu sou um pai amoroso. Me preocupo profundamente com minhas filhas e estou apenas passando por um período particularmente difícil e estou tentando fazer o melhor que posso para ser um bom marido e pai, estou tentando juntar todas as peças".

Logo após a prisão, Joaquin Arambula foi libertado e não foi formalmente acusado. Uma história que nos faz refletir muito sobre a linha tênue entre o trabalho dos pais em relação aos filhos e a violência física a um filho. Ainda há muito a ser discutido, sem dúvida!

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado