A mãe ri durante a audiência da filha: a juíza a condena a 93 dias de prisão - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
A mãe ri durante a audiência da filha:…
Um homem de 70 anos está procurando trabalho para conseguir sua aposentadoria: sua foto se torna viral 15 situações engraçadas e desastrosas que todos os pais podem entender perfeitamente

A mãe ri durante a audiência da filha: a juíza a condena a 93 dias de prisão

Por Roberta Freitas
3.949
Advertisement

A vida muitas vezes nos ensina que não há limite para a negatividade das pessoas. E compreendemos isso melhor cada vez que nos deparamos com comportamentos condenáveis, em situações delicadas que merecem respeito e bons modos.

Foi assim para a mulher nos Estados Unidos que riu e fez comentários sarcásticos no tribunal durante uma audiência, que culpou sua filha por dirigir embriagada e causar um acidente em que um homem de 31 anos, pai de cinco filhos, morreu. O juiz presente no tribunal não aceitou essa atitude desrespeitosa e aplicou à senhora uma punição exemplar.

via: USA Today

Tudo aconteceu em poucos minutos. A família de Jerome Zirker, 31 anos, pai de família que morreu em um terrível acidente provocado por Amanda Kosal - que dirigia bêbada - lia seus depoimentos sobre o ocorrido durante a audiência, expressando toda sua tristeza pela perda do homem. Nesse ponto, a mãe de Amanda não se conteve e começou a rir de sua cadeira no fundo da sala do tribunal, comentando desrespeitosamente o que estava ouvindo.

Uma falta de respeito que não escapou à juíza Qiana Lillard, que interrompeu as declarações dos familiares da vítima para se dirigir à mãe da ré. Após ordenar que ela deixasse o tribunal, o juiz a chamou de volta para dentro e informou que, por seu comportamento desrespeitoso, ela passaria 93 dias na prisão.

Advertisement

O episódio rapidamente ganhou as manchetes em todo o mundo, provocando muitas reações nas pessoas. "Estas pessoas estão de luto, desesperadas porque um ato tolo levou seu ente querido embora, e você está sentada aí agindo como se tudo fosse uma piada?", disse a juíza Lillard disse à mãe de Amanda. Palavras duras e um castigo verdadeiramente exemplar. No final, a mulher passou apenas uma noite na prisão e foi forçada a se desculpar publicamente. A esperança é que o que aconteceu a tenha ensinado a ter mais respeito pelas instituições e por quem sofre, sem pensar apenas nos seus sentimentos.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado