Ela pede ao ex-marido que pague $ 7.700 pela sua parte dos trabalhos domésticos que ele nunca fez: o tribunal aprova - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Ela pede ao ex-marido que pague $ 7.700…
Ele ganha apenas US$ 2,50 por entrega: entregador desesperado pede gorjetas mais generosas aos clientes para não acabar na rua A professora cuida do irmão recém-nascido de um de seus alunos: na casa do menino, todos estavam com Covid

Ela pede ao ex-marido que pague $ 7.700 pela sua parte dos trabalhos domésticos que ele nunca fez: o tribunal aprova

27 Fevereiro 2021 • Por Roberta Freitas
7.887
Advertisement

Contando ninguém acredita, pois esta história parece mais um daqueles contos que é o resultado de fofocas e de uma pitada de imaginação, mas em vez disso é absolutamente verdadeiro. Como você reagiria se revelássemos que um homem na China teve que pagar à ex-mulher mais de US$ 7.000 por toda a limpeza da casa que ela fez em cinco anos de casamento? Uma coisa que se tornou realidade graças a uma sentença decididamente histórica.

Um tribunal de divórcio com sede em Pequim instituiu um regulamento incrível no novo código civil aprovado na China em janeiro de 2021: o novo código prevê a autorização para o cônjuge buscar uma indenização de seu parceiro durante o processo de divórcio, se um deles tinha mais responsabilidades domésticas, incluindo criar os filhos e cuidar de parentes mais velhos. Uma cláusula que foi perfeita no caso deste casal.

O nome dele é Chen, ela é Wang, e eles se casaram em 2015, embora antes mesmo de assinar os papéis do divórcio o filho já morasse com a mãe e o pai já tivesse saído de casa. Somente em 2020, Chen pediu formalmente o divórcio de sua esposa, mas esta o surpreendeu com um pedido completamente inesperado...

A Sra. Wang pediu uma divisão dos bens com seu ex-marido e uma indenização substancial com o fundamento de que, enquanto eles viviam sob o mesmo teto, seu marido não assumia as responsabilidades domésticas e a assistência mínima para o filho pequeno. Por essa razão, o tribunal de Fangshan decidiu que Chen pagaria à sua esposa cerca de US $ 300 por mês para pensão alimentícia e um pagamento único de US $ 7.700 para o trabalho doméstico que sua esposa tinha feito sem o seu apoio ou ajuda concreta.

Uma decisão histórica, aquela aprovada pelo tribunal chinês em Pequim, que nos faz refletir sobre quanta desigualdade ainda existe na dignidade e na remuneração entre o trabalho feito por um homem e o trabalho feito por uma mulher. Uma sentença que está causando muita discussão, mas que pode ser um ponto de partida para a igualdade de gênero que se almejava há muito tempo.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado