Uma professora é expulsa da escola por mostrar aos alunos uma foto dela e de sua noiva - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Uma professora é expulsa da escola…
Um mãe insensível abandona a filha com lábio leporino porque 15 mulheres que decidiram não se depilar mais e mostram com orgulho sua nova liberdade

Uma professora é expulsa da escola por mostrar aos alunos uma foto dela e de sua noiva

Por Roberta Freitas
9.619
Advertisement

Muitos de nós que frequentamos a escola temos lembranças indeléveis daqueles dias que passamos em sala de aula, cercados por nossos colegas, nossos professores, nossos amigos. Os anos que passamos na sala de aula podem ter sido muitas vezes difíceis, mas eles nos serviram de lição de vida!

Muitas pessoas, por exemplo, têm lembranças maravilhosas de alguns de seus professores: não apenas profissionais que ganham a admiração do aluno, mas também seres humanos que têm suas paixões, uma vida privada, sentimentos, pontos fortes e fracos; facetas que nem todos veem favoravelmente...

A história de Stacey Bailey é inacreditável: professora em uma escola dos Estados Unidos, a mulher foi ferozmente atacada, primeiro pelos pais de seus alunos, depois pelo conselho e funcionários da escola, por mostrar em sala de aula uma foto inofensiva em que a professora explicou a eles que a mulher que posava ao lado dela se chamava Julie Vazquez e era sua companheira de vida e "futura mulher".

Um detalhe absolutamente inofensivo, mas que reportado pelos pais dos alunos parecia uma verdadeira “lavagem cerebral” para convencer os filhos das teorias de gênero. Os funcionários da escola aceitaram as reclamações de vários pais e decidiram expulsar Stacey da escola onde ela lecionou por um tempo. Mas não sem consequências, negativas para a escola e positivas para Stacey e Julie...

Uma expulsão que inicialmente resultou em uma licença administrativa de 8 meses, mas acabou como um processo em um tribunal. Um processo que Stacey Bailey ganhou em todos os setores: o juiz de fato providenciou que o distrito escolar no qual a mulher trabalhava como professora concordasse em adicionar cursos de treinamento relacionados a questões LGBTQ e também consideraria a iniciativa de criar "redes de segurança" para todos os outros professores LGBTQ para evitar que esse tipo de coisa aconteça novamente.

Muito bem Stacey, você se afirmou, você não deixou que os preconceitos vencessem sua paixão pelo trabalho e influenciassem na sua vida privada, e você teve a justiça merecida!

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado