Ela dá à luz, mas os médicos dizem que a menina não sobreviveu: após 3 anos ela descobre que foi dada em adoção - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Ela dá à luz, mas os médicos dizem…
Uma cabeleireira incentiva suas clientes a mudarem o visual com um corte curto: 15 exemplos lindos Tal gato, tal criança: 17 fotos que documentam a amizade que pode surgir entre um felino e seu pequeno dono

Ela dá à luz, mas os médicos dizem que a menina não sobreviveu: após 3 anos ela descobre que foi dada em adoção

30 Março 2021 • Por Roberta Freitas
1.350
Advertisement

Talvez não haja nada mais devastador para um pai do que perder o filho prematuramente. O trauma sofrido durante o parto é imediatamente ampliado pela terrível notícia: "Infelizmente, o seu bebê não sobreviveu". Quem sabe quantas mães e pais tiveram que enfrentar esta situação terrível, para a qual infelizmente não há remédio. A história contada por Damea Morris, no entanto, tem um final um pouco diferente e tem causado muita discussão devido à sua imprevisibilidade. A mulher escreveu em um post no Facebook que deu à luz a uma menina em sua casa em setembro de 2017 e foi então assistida por paramédicos que a acompanharam até o hospital. Lá, foi dito à mulher que ela não poderia amamentar seu bebê, porque a pequena "não tinha sobrevivido". Depois de 3 anos, no entanto, a mãe e o pai da criança descobrem que sua filha tinha sido dada em adoção. 

Os Lenthers, no dia em que adotaram a menina

image: Twitter

Os paramédicos chegaram para ajudar Damea logo após o primeiro grito da pequena RaeLa Adams. A mulher e a menina foram levadas às pressas para o Hospital St. Joseph's em St. Paul, onde os médicos informaram a ela e sua família que a criança não havia sobrevivido. No entanto, o hospital não produziu nenhuma certidão de óbito, mesmo após solicitação explícita dos pais. Na esperança de conseguir uma, mesmo com apoio legal, Damea descobriu um terrível segredo: a menina tinha sido dada em adoção para uma certa Joanna Lenther. Essa última e seu marido Jake tentavam adotar uma criança desde 2015 e um diário online tinha traçado o caminho até a adoção.

image: Twitter

A confirmar, pelo menos em parte, a teoria de que Joanna e Jake tinham adotado a pequena RaeLa foi um post do Facebook de 20 de dezembro de 2017. No post, o casal anexou uma foto de família, acrescentando a seguinte legenda: "Esse dia parece tão turvo na memória. Tão distante, irreal, mas foi apenas 15 semanas atrás". Isso significava que os Lenthers tinham adotado uma menina que muito provavelmente se parecia com os pais biológicos de RaeLa, exatamente no dia 6 de setembro, o dia em que o bebê nasceu.

Advertisement

Uma foto da pequena RaeLa comparada ao que deveria ser o seu pai biológico

image: Twitter

Muitas pessoas notaram a incrível semelhança entre a garotinha adotada pelos Lenthers e a outra filha de Damea. Os Lenthers apagaram inexplicavelmente todos os seus perfis públicos nas redes sociais, enquanto comparações fotográficas entre RaeLa e seu pai biológico apareceram no Facebook.

Mesmo comparando o rosto da outra filha do homem, percebe-se uma certa semelhança: portanto, é provável que as meninas sejam irmãs

Até hoje, o pai e a mãe de RaeLa estão lutando publicamente para ter sua filha de volta. Esperamos que essa história termine da melhor maneira, principalmente para a menina, que sem dúvida merece uma família amorosa.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado