Uma criança acidentalmente estraga a planta de um vizinho: para ser perdoado, ele deixa uma mensagem comovente de desculpas - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Uma criança acidentalmente estraga…
Adotam 3 irmãos, mas descobrem que há um quarto: a vizinha o hospeda em casa para que todos vivam juntos Objetos expressivos: 17 efeitos hilários da pareidolia em nossos cérebros

Uma criança acidentalmente estraga a planta de um vizinho: para ser perdoado, ele deixa uma mensagem comovente de desculpas

21 Maio 2021 • Por Roberta Freitas
492
Advertisement

De vez em quando chegam notícias ótimas, que conseguem nos devolver um pouco de esperança para o futuro e nos deixar com um sorriso de pura alegria. Você vai pensar que hoje em dia não é uma coisa fácil, e talvez seja exatamente por isso que até o simples gesto de uma criança vire notícia. A iluminar o dia de Giovanni Grandi, professor adjunto de Filosofia Moral do Departamento de Ciências Políticas e Sociais da Universidade de Trieste, foi justamente o gesto de uma criança, que se deu ao trabalho de se desculpar por um pequeno dano causado a um vizinho.  Além de pedir desculpa, a criança deixou ainda 5 euros como indenização.

Uma criança deve ter acertado acidentalmente a planta de um vizinho com uma bola enquanto jogava futebol. Em vez de fugir, uma vez descoberto o dano, o menino quis deixar um recado de desculpas e até mesmo compensar o dano. Não sabemos qual é a idade da criança, mas supondo que, pelo papel escrito que deixou, pareceria uma criança cursando o ensino fundamental. Não importa a sua idade, mas sim o valor do gesto realizado. Depois de acertar a planta, a criança escreveu seu pedido de desculpas em um pedaço de papel com uma caneta azul: "Bom dia, desculpe pela planta que eu atingi sem querer com uma bola de futebol. Aqui estão 5 euros pelo estrago."

Hoje em dia, parece quase raro encontrar um adulto que deixe um bilhete assim em caso de acidente, se bate com o seu carro, por exemplo, mas deveria ser normal.

 

O professor de Filosofia, Giovanni Grandi, comentou a história desta forma em um twitter: “Um vizinho nos parou e nos mostrou (feliz) este bilhete que encontrou ao lado de uma de suas plantas danificadas. Tinha deixado um amigo de nosso filho, com assinatura e cédula de 5 euros. Meu próximo curso de Ética Pública na Universidade só pode começar daqui".

Na verdade, você não acha que o mundo pode se tornar um lugar melhor se todos nós começássemos a agir como esse menino? Ainda há um longo caminho a ser percorrido, é verdade, mas estamos confiantes!

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado