Dá 21 centavos a mais de camarão ao cliente e é demitida, mas o juiz dá razão para ela - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Dá 21 centavos a mais de camarão ao…
Uma dama de honra recusa o convite para o casamento depois que a noiva pediu que ela emagrecesse e passasse de um 40 para um 36 Ela decide se tornar um homem após o parto:

Dá 21 centavos a mais de camarão ao cliente e é demitida, mas o juiz dá razão para ela

23 Maio 2021 • Por Roberta Freitas
337
Advertisement

Já aconteceu de você ir a uma mercearia ou supermercado de confiança e receber mais alguns gramas de produtos na balança sem pagar a mais? Um gesto por parte dos colaboradores que ora resulta de conhecidos, ora por simpatia ou, na maioria dos casos, cortesia para fidelizar o cliente e fazê-lo regressar à mesma loja. Um gesto que, no entanto, muitos gerentes de supermercados não apreciam muito, pois há sempre o risco de demissão...

Uma funcionária de um grande supermercado em Florença, na Itália, foi demitida pelo gerente na véspera de Natal de 2019 por ter dado 21 centavos de camarão a um cliente; esses 21 centavos não contabilizados na balança, equivalentes a dois camarões, foram solicitados por um cliente especial para "testes de alergia". Mãe de dois filhos, a mulher foi demitida na hora pela direção de um supermercado da cidade de Florença, para consternação e desagrado das colegas.

Após o desligamento, a mulher recorreu à Justiça do Trabalho que acabou, após dois anos, determinando que a Unicoop e a direção do supermercado florentino teriam que reintegrar a funcionária e pagar a ela 12 meses, além de todos os honorários advocatícios, tudo com juros.

Segundo conta o Sindicato de Base, a funcionária “já tinha feito a mesma coisa no passado por ordem do antigo chefe de departamento e, nesses casos, a balança do mercado de pescado quase não detecta o peso dos camarões e foi feito até teste para provar isso". Mas está tudo bem o que acaba bem para essa funcionária do supermercado: após dois anos de tribulações legais, ela foi readmitida e ganhou 12 meses perdidos.

Afinal, uma demissão tão cruel por apenas dois camarões não contados na balança da peixaria e colocados em uma sacola separada para testes de alergia, não acreditamos possam levar à falência uma rede de supermercados: agora é a direção que se envergonha toda a questão e por todo a confusão inútil que fez.

Senhoras e senhores, isso se chama justiça!

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado