Aos 66 anos ela se tornou mãe pela primeira vez, mas muitos não apreciam a sua escolha - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Aos 66 anos ela se tornou mãe pela…
Cachorro não para de abraçar a pessoa que o salvou (+ VIDEO) Ela vai a um curso para salvar o seu casamento, mas se apaixona por um homem que conheceu lá

Aos 66 anos ela se tornou mãe pela primeira vez, mas muitos não apreciam a sua escolha

24 Janeiro 2022 • Por Roberta Freitas
5.273
Advertisement

Não há dúvida de que, para uma mãe, o dia mais bonito de sua vida é certamente o do nascimento de seu filho; dar à luz a uma nova vida que é fruto do desejo materno e do amor ao parceiro não é exatamente uma coisa trivial, por isso a vinda ao mundo de uma criança é sempre uma celebração extraordinária e um presente que a Natureza faz, todos os dias. No entanto, existem casos e situações em que o nascimento de um filho pode se tornar motivo de maldade e fofoca, dada a idade da mãe, exatamente o que aconteceu com a protagonista desta história incrível...

Adriana Iliescu, cea mai bătrână mamă din România, detalii cutremurătoare despre înmormântare http://rtv.net/su/wVv

Pubblicato da Prima TV su Lunedì 12 settembre 2016

Esta é a história de Adriana, uma mulher romena que deu à luz a sua primeira filha, Eliza, aos 66 anos; tudo isso aconteceu em 2005, mas na época de seu nascimento, a pequena Eliza já havia se tornado uma verdadeira estrela, um caso a ser destacado justamente porque sua mãe havia dado à luz em uma idade tão incomum. Naquela época, Adriana Iliescu havia entrado oficialmente no Guinness Book of Records como a mãe mais velha já registrada no mundo, título que perdeu nos anos seguintes, mas que a fez se abrir um pouco sobre tudo o que havia passado após o nascimento de sua filha.

A razão de tanto ódio das pessoas em relação a ela era simplesmente que muitos achavam que fosse muito velha e que sua escolha pela maternidade foi um ato de puro egoísmo: "o espelho não é gentil com as mulheres, mas se falarmos sobre minha energia então me sinto muito jovem. Sinto que tenho 27 anos e quando me sinto um pouco mais cansada, sinto que tenho 37. Sou mais saudável do que as mulheres com menos da metade da minha idade”, revelou a mulher.

O fato de ter dado à luz a sua primeira filha aos 66 anos, no entanto, não foi inteiramente uma escolha de Adriana; como a mulher disse, quando era jovem teve que se submeter a vários abortos por razões médicas, depois aos 24 anos foi abandonada pelo marido, depois se concentrou em sua carreira e se tornou professora universitária na Romênia. Então, ao terminar o doutorado, aos 37 anos, sentiu a necessidade de ter um filho, recorrendo a médicos que praticavam a fertilização in vitro.

Adriana Iliescu, "cea mai batrana mama din Romania, si fiica ei Eliza, intr-o situatie disperata. Au strans datorii...

Pubblicato da Copilul.ro su Venerdì 13 novembre 2020

Quando completou 57 anos, Adriana estava pronta para ter um filho por fertilização in vitro, mas a primeira tentativa em 2000 deu errado e acabou em aborto espontâneo, até 2005, quando a mulher engravidou de três gêmeos, dois dos quais, porém, morreram antes de nascer, enquanto sua Eliza, uma criança que sua mãe agora chama de "um milagre de Deus", se salvou.

Apesar das maldades e obstáculos que a idosa teve que enfrentar e engolir desde 2005 até hoje, ela não se arrepende da jornada que fez para dar à luz a sua filha e, hoje, apesar da enorme diferença de idade entre as duas, são mãe e filha amarradas por um amor tão forte que ninguém jamais conseguirá dissolver, nem mesmo boatos e preconceitos!

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado