Mãe criticada por ter tatuagens "demais": "me tratam como uma criminosa"

por Roberta Freitas

18 Junho 2023

Mãe criticada por ter tatuagens "demais": "me tratam como uma criminosa"
Advertisement

Todos nós temos uma paixão na vida e nada nos faz sentir melhor do que cultivá-la e aproveitá-la sempre que possível. Os muitos compromissos diários nos sobrecarregam e nos fazem viver constantemente com pressa, mas é bom saber que às vezes podemos parar para nos dedicar ao que mais gostamos. Uma das coisas que muitas vezes atrai e fascina homens e mulheres, por exemplo, são as tatuagens, e não é raro ver pessoas que têm tatuagens diferentes, talvez ligadas a eventos específicos e importantes em suas vidas. São tantos tipos de tatuagens e são verdadeiras obras de arte, mesmo que nem todos pensem assim.

Há quem, de fato, as associe a algo negativo, principalmente quando são numerosas. A mulher sobre a qual queremos falar sabe algo sobre isso. Uma mãe que tem visto muitas críticas pelos desenhos que caracterizam especialmente seu rosto.

via New York Post

Advertisement

Ela é Claire Elsie-Rose, uma mulher de 37 anos de Lincolnshire, Inglaterra, mãe de 4 filhos (com idades variando de 6 meses a 12 anos) que tem estado no centro de muita controvérsia sobre seu amor por tatuagens. A mulher transformou sua paixão em um verdadeiro trabalho e afirma estar muito satisfeita com isso.

Aproximou-se da arte de desenhar no corpo aos 15 anos, quando fez a primeira e depois não parou mais. Ela confessou que sempre evitou fazer tatuagens no rosto por medo de como os outros poderiam julgá-la, mas algo a fez mudar de ideia. Aos 25 anos havia o perigo de ter um tumor e, superado o medo, decidiu que sempre tentaria aproveitar a vida ao máximo, sem pensar no julgamento dos outros.

Por isso, decidiu que era hora de levar as tatuagens também para outras partes do corpo e começou a "desenhar" o rosto, primeiro com a escrita e depois com vários outros temas. Ao todo, Claire tem 14 tatuagens no rosto, mas nem todos gostaram disso, como era de se esperar.

Advertisement

"Eles me olham mal quando estou na rua - disse ela - me sinto uma criminosa só por causa da minha aparência. Na verdade não é assim: sou uma empresária de sucesso, tenho 4 filhos, um marido com quem me dou bem e não vejo a hora de chegar a noite para vestir meu pijama e relaxar com minha família".

A mulher gosta muito de sua aparência desde que decidiu tatuar o rosto também, mas sabe que sua escolha envolve mais olhares de outras pessoas, comentários e críticas, mas não se importa.

"Se criou um grande mal-entendido sobre as pessoas que são como eu - disse novamente - Se você tem um desenho no rosto ou em qualquer outra parte do corpo, não significa que você seja criminoso ou inconsciente. É uma paixão como qualquer outra e deveser respeitada. Muitos me perguntam por que fiz isso - continuou Claire - me dizem que me arruinei e que antes era mais bonita, mas não concordo".

Claire Elsie-Rose/Facebook

Claire Elsie-Rose/Facebook

Afinal, certamente não é uma tatuagem a mais ou a menos que faz de alguém uma pessoa boa ou má. Todos nós estamos simplesmente inclinados a julgar os outros um pouco rápido demais e, acima de tudo, antes mesmo de conhecê-los.

Você acha que as pessoas estão certas em considerá-la uma mãe ruim por causa de suas tatuagens ou acha que é exagero?

Advertisement