Ela se maquia todos os dias para realizar seu trabalho de lixeira, mas uma pessoa a critica na rua

por Roberta Freitas

11 Maio 2023

Ela se maquia todos os dias para realizar seu trabalho de lixeira, mas uma pessoa a critica na rua
Advertisement

No mundo existem muitos trabalhos, todos diferentes entre si e com suas respectivas peculiaridades para distingui-los. Cada um deles pode ser regulado por instruções sobre como se comportar e até como se vestir. Na verdade, não é incomum encontrar um código de vestimenta, mesmo que nem todas as profissões o tenham. Em todo o caso e para além de quaisquer uniformes a serem usados ou orientações a serem seguidas, homens e mulheres podem escolher a melhor forma de se organizarem para se sentirem confortáveis ​​durante o horário de trabalho e ninguém deve questionar isso. Pelo menos em teoria.

No entanto, como bem sabemos, a vida nos reserva-nos sempre surpresas mais ou menos desagradáveis ​​e uma delas diz respeito à protagonista da nossa história. Nós vamos contar a história dela.

via Upsocl

Advertisement
Paulina Carvalho/Facebook

Paulina Carvalho/Facebook

Paulina Carvalho é uma brasileira que trabalha como catadora de lixo na cidade de Porto Velho e esteve no centro de uma história que nos faz pensar. Muito atenta ao cuidado de sua pessoa, essa mãe contou como, em um dia comum de trabalho, uma mulher se aproximou dela e disse: "por que você se arruma tanto para trabalhar? Você só tem que limpar a rua e logo seu rosto estará tão cheio de poeira que nem o reconhecerá".

Palavras diretas e desprovidas de qualquer forma de sensibilidade que impressionaram Paulina e a levaram a uma longa reflexão. Segundo a mulher que encontrou por puro acaso na rua e enquanto fazia seu trabalho de lixeira, nossa protagonista não deveria se cuidar, nem se maquiar, muito menos usar brincos ou arrumar o cabelo porque, afinal, ela era apenas uma "varredora".

Advertisement

Saltarei muralhas, vencerei gigantes! A minha força vem do Senhor! Sempre estás comigo... eu não vou temer! Bom dia🙏🌹 #niribeirofotos

Pubblicato da Paulina Carvalho su Giovedì 5 dicembre 2019

Uma consideração que nos parece decididamente negativa e que nos faz compreender como perfeitos estranhos se sentem no direito de rotular e até ofender sem pensar muito e quase pelo puro prazer de falar. Se você tem uma paixão como a de Paulina por maquiagem, não deve deixá-la de lado só porque, segundo a ideia comum (errada se quisermos), seu trabalho não exige que se vista de determinada maneira. Ela gosta de se cuidar, usar brincos compridos para emoldurar o rosto e estar sempre bonita, por que desistir "por causa" do trabalho?

Paulina Carvalho/Facebook

Paulina Carvalho/Facebook

Justamente porque as palavras da mulher a deixaram confusa, Paulina resolveu responder: "senhora, o fato de eu trabalhar com maquiagem e brincos não muda em nada o que faço. O importante não é isso, mas que eu seja uma boa pessoa e também educada. Poderia ter respondido da mesma forma às suas provocações - continuou - mas escolhi ser respeitosa".

Afinal, é isso que deve ser feito sempre: respeitar os outros e nunca achar que você está certo por princípio. Caso contrário, existe o risco de ser rude e ofender desnecessariamente. Você concorda?

Advertisement