A mulher do lojista está doente: os clientes compram todos os doces todas as manhãs para que ele possa ir para casa mais cedo - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
A mulher do lojista está doente: os…
Luca, papai solteiro, adota Alba: recusada por sete famílias porque tem síndrome de Down A figura paterna deixa uma marca indelével na vida de toda mulher

A mulher do lojista está doente: os clientes compram todos os doces todas as manhãs para que ele possa ir para casa mais cedo

7.453
Advertisement

Com o advento das grandes redes varejistas e shoppings, pequenos comerciantes e lojas, principalmente familiares, estão desaparecendo em todo o mundo. De fato, muitos estão fechando ou já não existem há algum tempo. As novas leis do mercado visam satisfazer o maior número de pedidos a um preço cada vez mais baixo e muitas vezes os pequenos não conseguem acompanhar a demanda em constante crescimento e se vêem obrigados a fechar. Alguns, no entanto, são capazes de resistir à concorrência opressiva e implacável dos grandes, graças sobretudo aos clientes fiéis que nunca os abandonam.

A história que estamos prestes a contar fala exatamente sobre uma pequena loja na Califórnia, hoje histórica na área de Seal Beach, que vende seus donuts para os moradores há 40 anos.

John Chhan e sua esposa Stella, vieram do Camboja e estão nos Estados Unidos há 40 anos. Imediatamente abriram sua pequena loja de donuts, a Donut City. Por muitos anos, o negócio rendeu bem aos dois, mas depois as vendas começaram a cair. A uma certa altura, Stella não era mais vista na loja pelos clientes mais fiéis. John acabou gerenciando a loja sozinho. Muitos se perguntavam o que tinha acontecido e logo descobriram que a mulher d John tinha tido um aneurisma que a forçava a ficar em casa.

O dia de trabalho de John termina quando ele termina de vender todos os donuts. Então, ele retorna para casa para sua esposa, que está se recuperando. Os clientes da loja pensaram em apoiá-lo de alguma forma, mas o homem não quer dinheiro em troca. Então, eles decidiram compar o maior número de donuts possível pela manhã, para que ele possa ir para casa mais cedo. A história ficou famosa e muitas pessoas passaram a comprar o produto na loja de John, ao invés de comprar nas grandes redes de confeitaria. Muitos acham uma bela atitude de John o fato de ele ter preferido ganhar dinheiro trabalhando em vez de levantar fundos. O homem disse aos clientes que sua esposa está melhorando um pouco de cada vez e agora começou a falar, a escrever e também a comer.

Tudo isso porque ele pode estar mais com ela, conseguindo trazer o dinheiro para casa depois de vender seus donuts, sem ser forçado a fechar a sua loja. Precisamos muito de altruísmo neste mundo, e a ação coletiva desses clientes nos dá um belo exemplo!

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado