Veja os sete tipos de pessoas TÓXICAS que você deve deixar longe da sua vida - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Veja os sete tipos de pessoas TÓXICAS…
Finalmente este gatinho com 4 orelhas e um olho conseguiu encontrar uma família que o enche de amor 8 sintomas da desidratação que a maior parte das pessoas ignora

Veja os sete tipos de pessoas TÓXICAS que você deve deixar longe da sua vida

2.195
Advertisement

Estima-se que, durante a vida, um indivíduo conheça em média 80 mil pessoas. Família, amigos, colegas de escola e de trabalho, os tantos conhecidos: há tantas possibilidades de conhecer pessoas. Aqueles que deixam uma marca, no entanto, podem ser contados nos dedos, no bem e - felizmente - também no mal.

Nós escrevemos "no mal" porque existem pessoas que conseguem, com suas personalidades, influenciar quem somos e o que nos tornamos de uma maneira totalmente negativa. Eles são os indivíduos definidos como "tóxicos" pela psicóloga norte-americana Lillian Glass. Vamos ver o que eles são e como nos defender se os encontrarmos diante de nós.

image: pxhere.com

1. O sociopata

No começo eles podem causar uma boa impressão, mas essas pessoas podem se mostrar inescrupulosas em alcançar seus objetivos. Eles tendem a se preocupar pouco com os sentimentos e os direitos dos outros e podem mentir para ganhos pessoais. Muitas vezes, eles repetem a palavra "eu" obsessivamente, e não conseguem expressar bem suas emoções

2. O invejoso

Basicamente, eles são pessoas infelizes. Cada objetivo, sucesso e qualidade dos outros, é motivo de inveja. Embora os outros se esforcem para ser como são, os invejosos não conseguem entender, continuando a refletir sobre o que falta para eles, diminuindo os que os rodeiam, talvez até com mentiras e falsidades.

3. O arrogante e o presunçoso

Quem nunca conheceu um? Essas pessoas "tóxicas" são soberbas e muitas vezes pedantes, convencidas de que conhecem a verdade "absoluta" e têm a resposta pronta para cada tópico ou questão. Para eles, as opiniões dos outros não importam, mesmo que estejam certas. Eles conseguem "desmantelar" os outros se eles acreditam que estão roubando a cena, muitas vezes resultando realmente irritantes. Eles estão tão convencidos de que estão certos, que quase nunca percebem que estão errados.

4. O fofoqueiro

Fique longe dessas pessoas "tóxicas"! Sua peculiaridade é a de criar engenhosamente rumores, calúnias e notícias que, muitas vezes, são parcial ou completamente falsas apenas para desacreditar os outros. Neles também, obviamente, há um forte desconforto subjacente. Uma vez que nossa confiança é conquistada, o loop em que um fofoqueiro pode nos arrastar é infinito. As mentiras, de fato, mais cedo ou mais tarde irão nos afetar também. Com eles, é melhor manter relacionamentos superficiais.

5. O autoritário

Todos nós, no local de trabalho, já tivemos um chefe que, exagerando ou sem razão aparente, censura, humilha, impõe a vontade sem qualquer tipo de confronto ou troca de idéias. Eles são pessoas autoritárias, que muitas vezes são incapazes de estabelecer relacionamentos duradouros, que têm uma necessidade constante de impor medo. Claro: no trabalho um chefe deve expressar sua vontade ou criticar, se necessário, aqueles que trabalham para ele. Mas com o autoritarismo não se vai a lugar nenhum.

Advertisement
image: pxhere.com

6. O 'humilhador'

Essas pessoas "tóxicas" são altamente prejudiciais. Por quê? Simplesmente por que primeiro eles são confidentes, amigos, prestativos e simpáticos, mas, na hora certa, você descobrirá que eles estavam apenas reunindo informações sobre você e suas falhas, para colocá-lo em uma situação ruim, se precisar dele. Eles também podem vir a insultá-lo explicitamente: afaste-se dessa pessoa o mais rápido possível.

7. O neurótico

Cada um de nós tem alguma neurose pequena ou grande. Essa categoria de pessoas "tóxicas" não age com malícia, desprezo ou egocentrismo, ao contrário das outras. Apenas tende a ser um perfeccionista em tudo, envolvendo e ajudando outros a alcançarem essa suposta "perfeição" com seus métodos. Tenha cuidado, porém: se as coisas não correram como elas querem, podem até culpar você ou te incutir sentimentos de culpa.

image: Pixabay

Não vamos esconder: todos nós, do nosso jeito, poderíamos ter nos comportado como as pessoas que acabamos de descrever. Na verdade, todos estamos sujeitos a defeitos, ilusões ou excessos que podem ser prejudiciais para nós e para os outros. O problema, no entanto, surge quando essas características são exasperadas, ou se tornam uma constante em nossa maneira de nos colocarmos com os outros. Devemos sempre tentar perceber se estamos indo além de certos limites.

Se você reconheceu pessoas ao seu redor nessas descrições, tenha cuidado. Tente, talvez, fazê-los entender o que está errado e, se isso não for possível, tente se manter longe deles: seu bem-estar mental vai te agradecer!

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado