Admitir um erro é algo difícil: veja por que algumas pessoas nunca irão pedir perdão - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Admitir um erro é algo difícil: veja…
Este homem construiu uma despensa no seu jardim para oferecer comida para quem precisa Beijar muito ajuda a emagrecer e a se manter em forma: veja por que

Admitir um erro é algo difícil: veja por que algumas pessoas nunca irão pedir perdão

1.057
Advertisement

"Errar é humano". Quantas vezes ouvimos essa frase? É verdade que todos cometemos erros mais cedo ou mais tarde, que gostemos disso ou não, mas é exatamente aí que reside o problema: na maioria dos casos, não gostamos nada de admitir que estamos errados.

Erros, mal-entendidos, distrações ou avaliações superficiais de pessoas e situações são inerentes à nossa natureza. No entanto, entre essa percepção e admitir que cometemos um erro, existe uma grande distância.

Perceber que sucumbimos à "fraqueza humana" do erro, para muitos é uma espécie de trauma, uma experiência ruim que nunca gostariam de viver. O que acontece naquele momento? Todos somos capazes de admitir erros e pedir desculpas? Absolutamente não: vamos ver o porquê.

Todos nós provavelmente conhecemos pessoas que são incapazes de assumir suas responsabilidades e de se desculpar. Eles nunca farão isso, mesmo que seu erro seja óbvio e grave. Felizmente, não somos todos assim.

Ao contrário das pessoas "anti-pedido de desculpas", existem muitos outros que, se confrontados com um erro, são capazes de percebê-lo e repará-lo, talvez prometendo - a si mesmos e àqueles que os rodeiam - que não cometerão os mesmos erros no futuro.

Cometer erros é uma experiência desagradável, porque nos confronta com a falta de (suposta) perfeição e pode reduzir nossa autoestima. Nossas reações aos erros cometidos, no entanto, estão ligadas ao nosso ego. Quanto mais acreditamos que somos quase "perfeitos", mais difícil será pronunciar a fatídica palavra "desculpa".

Ao mesmo tempo, mesmo que não pareça do lado de fora, aqueles que nunca conseguem admitir que estão errados podem ter um ego mais frágil do que a norma. Sua percepção de si mesmo e sua autoestima são tão fracas que, para ele, admitir um erro é impossível, porque o levaria a uma convulsão psicológica forte demais para tolerar.

image: Unsplash

Não admitir estar errado, portanto, não passa de um mecanismo de defesa para essas pessoas. Uma atitude que, em muitos casos, os leva a distorcer a realidade, a ponto de negar que uma coisa - mesmo evidente - aconteceu de fato. Consequentemente, eles acabam colocando a culpa em outra pessoa ou em uma espécie de "inimigo invisível".

Além disso, para admitir que estamos errados, precisamos de uma boa quantidade de força emocional, além de coragem. Quando, essas características são escassas, a pessoa nunca será capaz de sair do seu "pedestal" de razão constante, para não arruinar a sua autoestima. 

Mas considerar pessoas desse tipo como fortes e portadoras da verdade, para aqueles que se encontram diante delas, é um grande erro. Quem não admite seus erros desafiando as evidências é fundamentalmente muito frágil. É bom perceber isso, começando a aceitar a idéia de que os erros fazem parte da vida humana: cometê-los - e pedir desculpas - só pode nos ajudar a melhorar no futuro.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado