Uma mulher vegana entra na justiça contra os vizinhos que faziam muitos churrascos - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Uma mulher vegana entra na justiça…
Esta é Salvador Dolly: a linda filhotinha com o bigode de Dalí que conquistou milhares de pessoas 7 técnicas úteis para superar a ansiedade e recuperar o controle

Uma mulher vegana entra na justiça contra os vizinhos que faziam muitos churrascos

2.985
Advertisement

A coabitação entre vizinhos nunca é fácil, especialmente quando os estilos de vida e horários são muito diferentes. Para uma pessoa acostumada a acordar de manhã cedo, por exemplo, pode ser realmente um pesadelo compartilhar o prédio com pessoas acostumadas a dormir tarde! Às vezes, a partir de uma pequena divergência, pode-se chegar a grandes discussões que, nos casos mais graves, chegam até os tribunais. Assim como aconteceu em Perth, na Austrália, onde uma mulher decidiu que a coabitação pacífica entre ela e seus vizinhos não era mais possível.

Cilla Carden decidiu processar seus vizinhos por ter sofrido uma série de comportamentos que praticamente a proibiram de usar seu quintal. Seus vizinhos, uma família com filhos, passam muito tempo no jardim, fumando cigarros, conversando alto e jogando basquete o tempo todo. Mas foi principalmente uma coisa a dificultar a vida da mulher: seus vizinhos fazem numerosos churrascos, continuamente grelhando carne e peixe e inundando toda a área com uma espessa camada de fumaça. Além disso, a mulher é vegana, e ter suas roupas continuamente cheirando a carne e a peixe deve ser duplamente insuportável.

Carden, segundo a qual o comportamento dos vizinhos agora se acentuou com a intenção clara de perturbá-la, diz que tentou resolver o assunto conversando, sem sucesso e, portanto, levou o caso ao tribunal.

Suas duas primeiras tentativas foram infrutíferas: de acordo com os juízes, o que a família estava fazendo estava era se comportar como uma família normal no seu jardim, com todos os ruídos e aborrecimentos que isso pode acarretar; portanto, eles se recusaram a continuar o caso. Mas Carden não desistiu: segundo ela, os vizinhos não estavam simplesmente "curtindo o jardim", mas deliberadamente perturbando a quietude do quarteirão, então ela está determinada a procurar alguma peculiaridade para acabar com esse pesadelo.

Quem será que terá razão?

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado