Depois que seu melhor amigo morreu, este cachorro ainda deixa espaço para ele na caminha - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Depois que seu melhor amigo morreu,…
Esta mulher foi mandada embora de um fast-food porque queria dar comida para um grupo de moradores de rua Um cachorro percorre vários quilômetros todas as noites para levar comida para sua família

Depois que seu melhor amigo morreu, este cachorro ainda deixa espaço para ele na caminha

8.767
Advertisement

Quando dizemos que nossos animais de estimação são, em todos os aspectos, membros da família, capazes de experimentar e compartilhar sensações e sentimentos como nós, não exageramos.

Qualquer um que tenha ou tenha tido a sorte de ter um amigo de quatro patas ao seu lado sabe disso: a empatia que é gerada entre homens e essas criaturinhas, assim como entre eles, nos diz muito sobre o quão bonito e edificante seja compartilhar com eles nossa vida diária.

Os sentimentos que podem expressar cães e gatos geralmente valem mais que mil palavras. A imagem que estamos prestes a mostrar a você demonstra perfeitamente isso, é o que nos conta uma história verdadeiramente emocionante sobre dois cachorrinhos que serão inseparáveis para sempre.

via: Mirror

Harry, 9anos, e George, 15, eram cães muito unidos. Dois amigos que o britânico Caitlin Wynne, de 19 anos, teve a sorte de ter em casa por um longo tempo.

Escrevemos que os dois "eram" amigos porque, infelizmente, aos 15 anos de idade, George ficou gravemente doente com insuficiência renal e sua família foi forçada a sacrificá-lo. Inútil dizer que a perda foi um golpe que Harry não conseguiu digerir facilmente. Os dois cães, de fato, cresceram juntos: brincavam, comiam e obviamente dormiam lado a lado.

Então, quando George faleceu, era difícil para Harry passar dias normais, como um ser humano quando perde um ente querido. Depois da primeira noite sem dormir, chorando de um lado para o outro pela casa, por duas semanas o cachorrinho praticamente se recusou a comer e socializar, e ficou triste com o rabo abaixado.

Mais de um ano após a morte de George, embora o humor de Harry tenha melhorado definitivamente, a falta de seu amigo fraterno ainda é sentida, viva e presente. Tanto que o cachorro dorme no chão ao lado do travesseiro onde dormia com George, deixando o lugar de seu amigo vazio, na esperança de que talvez um dia ele volte.

Harry descansa a cabeça exatamente onde ele a colocava antes, quando dormia feliz ao lado de seu companheiro. Para ele, parece que nada mudou, e talvez seja exatamente a esperança de poder voltar a brincar com seu melhor amigo que o empurra a seguir em frente.

Caitlin, vendo essa cena todos os dias, decidiu que queria compartilhar sua emoção com os internautas, despertando milhares de comentários e reações empolgadas dos usuários. E não é difícil entender o porquê. Não são necessárias palavras ou discursos: os cães sabem como expressar seus sentimentos de uma maneira que, às vezes, nos deixam realmente sem palavras.

Advertisement
Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado