Eles se apaixonaram no ensino médio, mas tiveram que esperar 45 anos para se casarem por causa do preconceito racial - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Eles se apaixonaram no ensino médio,…
Tenta acabar com a sua própria vida se jogando de uma ponte, mas é salvo por 3 heroicos meninos Este cavalo tem uma crina tão encantadora que dá inveja até as mais lindas protagonistas dos contos de fadas

Eles se apaixonaram no ensino médio, mas tiveram que esperar 45 anos para se casarem por causa do preconceito racial

Por Roberta Freitas
3.336
Advertisement

Em 1967, Myra Clark e Andrew Howard Foster se conheceram durante o ensino médio e se apaixonaram loucamente; embora naquela época o casamento entre duas pessoas de etnia diferente tivesse se tornado legal no estado americano da Virgínia, muitos viram o relacionamento entre Andrew e Myra ainda com um olhar malicioso. Esta é a sua emocionante história de amor que foi coroada 45 anos depois... com um casamento!

Howard Foster and Myra Clark were high school sweethearts who were forced to break up in the 1960's due to racist social...

Pubblicato da Good People are Everywhere su Martedì 1 maggio 2018

Depois de cursarem o ensino médio, os dois se separaram temporariamente quando Andrew decidiu continuar seus estudos no Instituto Técnico Columbus, onde enfrentou os professores racistas que repetidamente o atacavam, o único estudante negro da prestigiosa faculdade americana. Entendendo as dificuldades que um relacionamento entre eles teria criado, Andrew decidiu deixar Myra permanentemente e poupar-lhe os olahres e os preconceitos das pessoas.

Os dois então se separaram e continuaram suas vidas, casando-se com outras pessoas, até ficarem viúvos.  Em 2013, quando Myra encontrou Andrew novamente através de uma enfermeira no Hospital Mount Carmel, onde ela trabalhava, tudo mudou. 

Desde o reencontro, eles nunca se deixaram e se casaram em 1º de agosto de 2014, 45 anos após terem se deixado devido ao severo preconceito racial que existia no estado da Virgínia na década de 1960.

Agora, felizmente, as coisas mudaram radicalmente nos Estados Unidos e os casamentos entre pessoas negras e brancas são absolutamente normais (como sempre deveriam ter sido). Um sinal de que o amor supera todos os obstáculos, todas as barreiras; o amor não tem limites e deve ser deixado livre para se expressar, sempre e em qualquer caso.

Advertisement

Desejamos muitas felicidades a Andrew e Myra, que esperaram 45 anos para realizar seu sonho de amor secreto e eterno!

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado