Nascem as discotecas diurnas para idosos: um modo para socializar e se sentir em forma - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Nascem as discotecas diurnas para idosos:…
4 patinhos de borracha entre 5 contêm fungos e bactérias: os especialistas advertem sobre os riscos para os pequenos Um jovem policial salva a vida de seu colega doando a ele um rim

Nascem as discotecas diurnas para idosos: um modo para socializar e se sentir em forma

866
Advertisement

Não é novidade que a música tenha efeitos benéficos para o corpo - ouvir a nossa música favorita é, de fato, bom para a saúde, tanto física quanto mental e é inegável que ela tenha uma influência positiva no humor e em certas áreas do nosso corpo. Dançar ao ritmo da música que gostamos é uma coisa muito comum que também nos leva a permanecer mais ativos: aqueles que gostam de correr, por exemplo, quase sempre têm uma playlist pessoal para ouvir enquanto se exercitam e o mesmo vale para muitos atletas. Na Coréia do Sul, muitos idosos também parecem ter experimentado pessoalmente os efeitos benéficos da música e da dança, graças a uma nova moda que está se espalhando em Seul.

Discotecas diurnas para os idosos da cidade - essa é a tendência que está ocorrendo na capital da Coréia do Sul. Muitos idosos afirmam se sentir muito melhor graças a essas festas à tarde. Os benefícios são, de fato, múltiplos: aumentar a frequência cardíaca todos os dias é importante para a saúde, e dançar é uma atividade que combina perfeitamente diversão e bem-estar. Segundo um estudo, a dança também ajudaria a prevenir o aparecimento de demência em adultos entre as idades de 60 e 80 anos.

As pessoas idosas em Seul adoram suas discotecas diurnas não apenas pelos benefícios à saúde, mas também porque podem conhecer tantas outras pessoas com quem socializar. Na Coréia do Sul, de fato, está ocorrendo um envelhecimento precoce da população, um fenômeno que parece acontecer mais rapidamente lá do que em qualquer outra nação desenvolvida no mundo. Por esse motivo, o governo coreano financia festas de dança para ajudar os idosos do país a permanecerem saudáveis por mais tempo.

Advertisement

Esses eventos de tarde parecem funcionar, pelo menos a partir dos depoimentos dos mesmos "vovós" que participam: "Tenho as costas e as pernas sempre doloridas, mas quando a música toca, meu corpo fica totalmente imerso nela e toda a minha dor desaparece. Depois de ir à discoteca, fico cheio de energia por dois ou três dias. Não digo mentiras! Até parei de tomar meus suplementos!".

Uma boa iniciativa, portanto, que contribui para melhorar significativamente a qualidade de vida dos idosos da cidade.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado