Uma menininha portadora de deficiência não consegue conter as lágrimas depois de ter sido vítima de bullying - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Uma menininha portadora de deficiência…
10 fotos emocionantes que mostram toda a força de um gesto de gentileza Um menino de 2 anos

Uma menininha portadora de deficiência não consegue conter as lágrimas depois de ter sido vítima de bullying

Por Roberta Freitas
5.519
Advertisement

Infelizmente os agressores e pessoas ruins existem e continuarão a existir se um tipo de educação mais cuidadosa e "rígida" não for promovida pela família e pela escola. Nos perguntamos como, no século XXI, ainda seja possível encontrar problemas de racismo ou bullying, nos perguntamos como é possível que pessoas aparentemente sem coração existam no mundo ? Porque é disso que se trata: quando você atinge verbalmente ou fisicamente um indivíduo "mais fraco", você é um ser insensível... e está acompanhado por uma boa dose de covardia.

Kerry Arnold é a mãe de uma menina deficiente que foi alvejada na escola - o agressor a atacou fisicamente, deixando-a com marcas óbvias no rosto e nos braços. Em um post desesperado, a mãe tentou dar voz para a sua filha de 12 anos, Aalyha.

Aalyha é afetada pela Síndrome de Angelmen, um distúrbio genético que envolve várias doenças, incluindo as relacionadas à linguagem. A doce menina, de fato, é incapaz de comunicar seu humor ou qualquer necessidade em palavras, mas isso não significa que ela não sinta alegria, dor ou tristeza como todos nós.

Kerry, como muitas outras mães, decidiu recentemente dar um passo à frente e compartilhar publicamente o episódio de bullying que envolveu sua filha Aalyha e dar voz a toda a sua tristeza e ansiedade, depois de um evento semelhante. A pequena Aalyha frequenta uma escola em Hamilton, sua cidade natal, que também atende crianças com necessidades especiais; dada a sua condição, no entanto, Aalyha é um alvo fácil para os agressores de sua escola e, nessa ocasião, a mãe queria expressar a seriedade do assunto. Aalyha foi atacada por um de seus colegas, que deixou marcas óbvias em seus braços, costas e rosto.

No vídeo, publicado por sua mãe, a menina mal consegue conter as lágrimas. Kerry disse que é assim que sua filha se sente em um "dia típico de escola".

Advertisement

É possível que a escola (e a família) tenham falhado miseravelmente em reconhecer e corrigir certos comportamentos prejudiciais entre as crianças de hoje? O bullying é um fenômeno inaceitável, que infelizmente se enraíza todos os dias neste mundo que, gradualmente, está perdendo toda a gentileza.

Source:

Dailymail

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado