"Eu quero que ela seja gentil, mas não um capacho": as palavras comoventes da mãe de uma criança maltratada - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
"Eu quero que ela seja gentil, mas não…
20 pessoas que se apaixonaram por estes animais a partir da primeira troca de olhares 20 pessoas que conseguiram perder muitos quilos, mudando completamente suas vidas

"Eu quero que ela seja gentil, mas não um capacho": as palavras comoventes da mãe de uma criança maltratada

Por Roberta Freitas
1.436
Advertisement

Quando nosso filho enfrenta a realidade da escola pela primeira vez, nós pais, ficamos sempre muito preocupados e ansiosos sobre como eles vão lidar com esse salto do conforto de casa para a selva da sala de aula, com colegas, professores e toda a aprendizagem. Um dos motivos que deixam os pais mais ansiosos quando enfrentam o início da escola é o bullying, uma armadilha perigosa que pode afetar a todos os nossos filhos sem distinção.

Uma dura lição que esta mãe teve que aprender, e por isso resolveu desabafar em um post  no Facebook publicado pela escritora Angela Anagnost-Repke, depois que ela descobriu que sua filha estava sendo sistematicamente intimidada por duas meninas mais velhas que ela: "Querida", eu disse. “Por que você quer ser amiga dessas garotas? Elas fazem você se sentir feliz ou triste?"
Ela pegou uma de suas trancinhas do cabelo e depois enxugou as lágrimas. "Me deixam triste", respondeu ela.

“Olha”, eu disse. “Chegará um momento em que você terá que decidir se esses amigos são dignos de você. Sim, você ainda pode ser legal, mas isso não significa que deva gastar seu tempo com eles, se eles continuarem fazendo você se sentir mal”. A verdade é que minha filha só quer se encaixar. Ela quer se sentir aceita. Ela quer amigos. Mas aos seis anos, ainda está aprendendo o que significa a verdadeira amizade. Sim, quero que minha filha seja sempre gentil.

A verdade, porém, é que não quero deixar que ela seja um capacho. Espero ensinar a minha filha a tratar todas as pessoas com bondade, mesmo quando elas não a tratam da mesma maneira. Mas definitivamente não significa que ela tenha que ficar com elas, porque uma das lições mais importantes que posso ensinar a ela é a autoestima e quando é hora de ir embora".

As palavras dessa mãe ressoam nos ouvidos de todos os pais que as compartilharam ao longo do tempo. E se fosse nosso filho que sofresse bullying? O que explicaríamos a ele? Devemos dizer a ele para deixar de lado esses "amigos", apesar de simplesmente querer ser aceito?

Advertisement

Deixe um comentário!

x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado