Viúvo cria seus 8 filhos seguindo as instruções que sua esposa falecida tinha deixado - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Viúvo cria seus 8 filhos seguindo as…
Se seus dedos começam a ficar pálidos com o frio, você pode ter a síndrome de Raynaud Menino de 10 anos vai consolar o irmão mais novo às 3 da manhã sem acordar a mãe: ele queria deixá-la descansar

Viúvo cria seus 8 filhos seguindo as instruções que sua esposa falecida tinha deixado

Por Roberta Freitas
3.191
Advertisement

A perda da alma gêmea, do parceiro de vida, é uma dor imensa que não pode ser expressa apenas em palavras; uma parte de nós é repentinamente arrancada de nosso corpo e da nossa alma, nos deixando um pouco mais sozinhos do que antes. Quando essa perda acontece, não podemos deixar de nos perguntar: "E agora, como vou seguir em frente?" Uma pergunta que Ian Millthorpe se fez várias vezes, já que teve que se despedir de sua esposa Angie após 25 anos de casamento e oito filhos juntos. 

via: The Sun

Após 25 anos de casamento, Ian perdeu sua esposa Angie para o câncer, e a mulher deixou para trás uma linda família de oito filhos; uma perda muito importante, com a qual Ian a princípio não sabia como lidar, mas depois encontrou forças para superar, com a ajuda da própria Angie.

Sim, porque sua esposa, pouco antes de morrer, tinha deixado escrita uma lista do que fazer e não fazer em casa, uma espécie de manual de conselhos domésticos que ela sabia que teria sido precioso para Ian e seus filhos, que deveriam cuidar da casa sem ela. Por exemplo, algumas dessas indicações dizia: “Não aqueça muito o ferro para passar suas camisas!”, ou conselhos mais interessantes, como “Continue indo para Thornwick com o resto da família”.

Thornwick era o lugar favorito de Angie, um parque onde havia um banco onde ela e Ian geralmente se sentavam, observavam o céu e conversavam; agora, Ian e sua família vão com muita frequência àquele parque, para levar flores perto daquele banco para homenagear a memória da mulher...

Graças às instruções escritas por Angie, Ian e sua grande família agora estão bem e estão realmente fazendo de tudo para deixar a mãe que não está mais aqui orgulhosa: "Eu nunca poderei substituir Angie - eu não quero - mas estou determinado a fazer todo o possível para que ela se orgulhe de nossa família!"

Apesar da grande dor da perda repentina, é isso que significa ser uma família unida: enfrentar as maiores dificuldades da vida juntos, sem esquecer os ensinamentos de quem já não está entre nós!

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado