Aos 94 anos, ele trabalha no campo mais de 10 horas por dia: seus filhos o abandonaram - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Aos 94 anos, ele trabalha no campo mais…
A noiva para no meio do corredor e O vendedor de rua começa a chorar quando um homem compra todos os doces que ele estava vendendo

Aos 94 anos, ele trabalha no campo mais de 10 horas por dia: seus filhos o abandonaram

29 Março 2021 • Por Roberta Freitas
12.470
Advertisement

Você consegue se imaginar passar a vida trabalhando e continuar a fazendo isso mesmo aos 94 anos? Com o avançar da idade, o trabalho se torna cada vez mais difícil e o apoio de entes queridos, amigos ou familiares é necessário para passar a velhice em paz. Nem todos os filhos, entretanto, parecem ser capazes de cuidar de pais idosos. Uma mulher conheceu um homem de 94 anos em dificuldade: era obrigado a trabalhar no campo, de 10 a 12 horas por dia, para poder comer. A mulher, emocionada com sua história, recorreu às redes sociais para pedir ajuda.

Este senhor se chama Gregorio, também chamado Don Goyo, e mora no México, no bairro de López Portillo. Ele tem uma casa humilde, sem eletricidade, e dorme em uma rede instável e nada confortável. Todos os dias Don Goyo, apesar dos 94 anos, sai de casa para fazer um trabalho extremamente árduo. Por que um homem idoso que precisa de descanso é forçado a trabalhar?

Os filhos o abandonaram e Don Goyo é obrigado a ir todos os dias ao campo para cortar a cana. Porém, o homem tem dificuldades motoras: luta para ficar de pé, devido a um problema de coluna, e deve necessariamente se agarrar a uma bengala velha.

Advertisement

Um dia, uma mulher chamada Karla Patricia Obil encontrou o homem: descalço, cansado, com o rosto triste e as costas curvadas. A mulher diz que lhe ofereceu um copo de refrigerante. O homem aceitou e, enquanto descansava, contou-lhe sua história. Ele disse que mora sozinho e que seus filhos moram longe e ninguém o visita mais. A mulher, comovida, entendeu que tinha que ajudá-lo, pois é inaceitável que um homem na sua condição e idade continue a trabalhar. Assim, ela compartilhou a história nas redes sociais, na esperança de receber ajuda que possa melhorar as condições de vida do senhor idoso.

Os pedidos de ajuda foram aceitos de imediato: milhares de pessoas se mostraram dispostas a cuidar do senhor como se ele fosse seu pai. A vida de Dom Goyo melhorou em pouco tempo: sempre tem alguém pronto para lhe fazer companhia, faz fisioterapia para tentar melhorar as costas e reencontrou o sorriso. O homem, grato à mulher e a todas as pessoas que diariamente lhe dão paz de espírito, encontrou uma pessoa que pode mudar a sua vida. Agora ele pode começar a aproveitar a velhice.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado