Uma adolescente é mandada para casa pelos professores por causa de suas roupas: "Distrai os meninos" - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Uma adolescente é mandada para casa…
Cachorro para o trânsito na rua para pedir ajuda: a sua tutora tinha desmaiado de repente Uma mãe faz com que seu filho de 9 anos acompanhe o nascimento de sua irmã mais nova: ela quer ensiná-lo como as mulheres são fortes

Uma adolescente é mandada para casa pelos professores por causa de suas roupas: "Distrai os meninos"

01 Maio 2021 • Por Roberta Freitas
1.093
Advertisement

O código de vestimenta escolar sempre foi motivo de debate, tanto que muitos hoje esperam uma volta aos velhos hábitos, como o uso de avental ou uniforme. Mas em grande parte das escolas, todos podem se vestir como quiserem, o importante é que as roupas fiquem sempre dentro dos limites da decência e do bom gosto. Claro, nunca sonharíamos em mandar nossa filha de minissaia ou o filho de regata para a escola, assim como nunca pensaríamos em aparecer no escritório de chinelos e bermuda. Todo ambiente e todo contexto, de fato, exige a devida atenção ao que vestimos: como existem regras, é preciso saber respeitá-las. Há casos, porém, em que não é a ousadia de algum adolescente o problema, mas a reação das instituições. Em 2015, Rose Lynn foi para a escola com roupas bastante normais, mas foi mandada para casa porque "distraía os meninos" com seu corpo.

Concordamos que você tem que ir para a escola com um determinado tipo de roupa, mas quem decide o que é apropriado ou não? O bom senso de cada um de nós? Rose Lynn havia entrado na sala de aula naquele dia com roupas bastante comuns: um par de leggings pretas, uma camiseta branca e um casaco de lã muito comprido. Depois de algumas horas, seus professores a mandaram para casa porque "a camiseta não era longa o suficiente para cobrir sua virilha". A garota deveria fazer um teste de álgebra naquele dia, mas a decisão dos professores e do diretor foi inflexível. A jovem, na época, postou o incidente no Facebook, incluindo fotos do traje daquele dia. O mais assustador é que a motivação dos professores se baseavam no fato de que Rose era uma menina linda e que, com aquelas roupas, teria distraído os meninos da sala de aula. 

Em suma, não havia malícia nas roupas da garota, mas alguém pensou em mandá-la para casa se trocar mesmo assim. De qualquer forma, Rose teve sua pequena "vingança", ao voltar para a escola com uma camiseta branca enorme, escrita à mão com os motivos da sua expulsão da escola: "Não cobre a virilha" e "Distrai os meninos". Uma espécie de protesto silencioso, com o qual a jovem queria fazer ouvir a sua voz: por outro lado, tinha recebido um tratamento totalmente inadequado. Nesse ponto, os professores e o diretor começaram a se rebelar novamente e Rose Lynn foi mandada para casa de novo com uma nova desculpa: ela não tinha seu cartão de estudante com ela. A escola, por outro lado, nunca havia especificado em seu regulamento escolar o que era aceitável e o que não era, consequentemente, alunos como Rose apelaram para o bom senso.

Qual a sua opinião sobre essa história?

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado