Casal gay vence no tribunal e "força" o próprio Estado a deixar que se casem: hoje eles são mais felizes do que nunca - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Casal gay vence no tribunal e "força"…
Ela pensou que não poderia ter filhos, mas de repente dá à luz no banheiro depois de uma noite com os amigos Seu ex-marido ganha $ 273 milhões na loteria:

Casal gay vence no tribunal e "força" o próprio Estado a deixar que se casem: hoje eles são mais felizes do que nunca

22 Junho 2021 • Por Roberta Freitas
810
Advertisement

Todos nós celebramos com alegria e felicidade o 50º aniversário de casamento de Michael McConnell e Jack Baker, dois homens que não só nunca se separaram e deixaram de se amar, mas que literalmente fizeram a história dos direitos civis dos gays. Precedendo por alguns anos a legalização nos Estados Unidos de casamentos entre pessoas do mesmo sexo. Sua incrível história merece ser contada!

Por mais absurdo que possa parecer, esse casal maravilhoso foi legalmente casado 32 anos antes de Massachusetts se tornar o primeiro estado federal dos EUA a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo em 2004 e 43 antes de se tornar legal em todos os estados federais em 2015; como eles conseguiram se casar? Graças a muito estudo e um pouco de astúcia, mas sem contornar as leis.

Tudo começou em 1970, quando Jack e Michael entraram com um pedido de licença de casamento no Tribunal do Condado de Hennepin, Minnesota, obviamente rejeitado; mas Jack estava tão determinado a encontrar uma maneira de se casar com seu Michael que nos anos 60 ele estudou direito incessantemente.

O que Jack acabou descobrindo foi desconcertante: não havia lei em Minnesota proibindo formalmente o casamento entre dois homens, então, para obter a tão desejada licença, ele mudou seu nome nos documentos de inscrição para Pat Lyn Baker, um nome neutro que nos EUA é usado para homens e mulheres. O tribunal da Blue Earth em Minnesota aprovou a licença e os dois se casaram em 3 de setembro de 1971.

No entanto, quando o tribunal descobriu o "golpe" posto em prática por Michael e Jack, decidiu não ratificar a licença, tornando o casamento entre os dois oficialmente não registrado para o estado de Minnesota, apesar de uma cerimônia religiosa ter sido oficializada. Assim, no ano seguinte, Michael e Jack levaram seu caso histórico à Suprema Corte do estado de Minnesota, mas encerraram sem a possibilidade de uma audiência.

Advertisement

Jack, cada vez mais determinado a fazer valer seus direitos, disse: "O que não é proibido é permitido, e em nenhum lugar do estatuto de Minnesota o casamento entre pessoas do mesmo sexo é proibido". Então, depois de anos e anos de batalhas legais que não trouxeram nenhum benefício matrimonial para os dois (nem Jack nem Michael foram legalmente reconhecidos como cônjuges), 2020 foi o ponto de virada: seu casamento oficializado em 1971 foi finalmente legalizado!

Uma história com final feliz e que merece ser conhecida por todos aqueles que se preocupam com a luta por direitos civis e sociais iguais para todos. Parabéns pelo aniversário de casamento, Jack e Michael!

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado