Pai solo é forçado a economizar no aquecimento para alimentar sua filha de 5 anos - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Pai solo é forçado a economizar no…
Aos 73 anos, ele ainda consegue andar de skate como um adolescente: suas habilidades correram pela web Seu filho foi tirado de seus braços ao nascer: a mãe não perde a esperança e o encontra após 48 anos

Pai solo é forçado a economizar no aquecimento para alimentar sua filha de 5 anos

27 Agosto 2021 • Por Roberta Freitas
1.516
Advertisement

A crise econômica e a turbulência no mundo do trabalho após a eclosão da pandemia do Coronavirus tornaram cada vez mais pobres aqueles que já eram pobres e não tinham como sobreviver. Tente se colocar no lugar de alguém que é pai solo e tem um ou mais filhos dependentes e que há algum tempo não apenas não tem um emprego, mas também não consegue encontrar um novo; como garantir sempre a comida na mesa e satisfazer as necessidades essenciais de uma criança?

image: Daily Record

Esta é a história de Paul Gallacher, um chef escocês muito talentoso que perdeu o emprego durante o terrível período de confinamento; sendo um pai solo, ele se viu em grande dificuldade por ter que cuidar e criar de sua filha de 5 anos, Mollie-Mae. A prolongada ausência de renda se fez sentir cada vez mais na casa dos Gallacher, especialmente quando o homem de 47 anos chegou a um ponto em que teve que escolher entre economizar no aquecimento doméstico ou na comida.

Sendo um chef estrelado, encontrar algo saudável para a pequena Mollie-Mae comer não foi um problema no início, mas depois com o passar dos meses e com a situação de trabalho que não mudava, os maiores problemas surgiram: “Se eu fosse comprar para Mollie-Mae algo como um par de sapatos novos, teria que economizar no aquecimento e na eletricidade. A pior época para mim é o Natal, quando tenho que lutar para poder dar algo a ela e colocar comida na mesa. É difícil comprar comida fresca todas as semanas. No final do mês, minha filha muitas vezes não consegue comida saudável na mesa, muitas vezes comemos alimentos congelados ou alimentos embalados que não são saudáveis. Alimentos frescos estragam fácil demais, é difícil guardar e manter bem. Eu faço o que posso para não perder nada de bom na mesa, mas às vezes por falta de dinheiro eu dava a ela nuggets de frango congelados ou rolos de salsicha que eu não acho saudáveis".

image: Daily Record

O testemunho de Paul Gallacher é verdadeiramente comovente e muito, muito triste; como dizia, muitas vezes para economizar e não ter que escolher entre alimentação e luz no final do mês, tinha que dizer não à filha de 5 anos até para as coisas aparentemente mais "triviais", como uma boneca ou um sorvete: "Quando digo não, ela parece muito triste, mas no final entende a situação".

Por enquanto, Paul espera que o governo escocês altere o Scottish Child Payment para pais e famílias de baixa renda ou em dificuldades e o estenda para £ 20 por semana; uma cifra relativamente baixa, mas isso para esse pai e sua filha pode realmente fazer a diferença no final do mês.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado