Uma criança com deficiência é alvo de bullying, mas o time de futebol americano da escola o anima - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Uma criança com deficiência é alvo…
Ela não gosta de brincar com os filhos e prefere ter um tempo só para ela: Noivo fotografado na hora do corte do bolo de camiseta e bermuda:

Uma criança com deficiência é alvo de bullying, mas o time de futebol americano da escola o anima

14 Outubro 2021 • Por Roberta Freitas
594
Advertisement

Taylan é um jovem residente em Ohio que sempre teve uma paixão: o futebol americano. Seu sonho de se tornar um jogador de futebol, no entanto, desapareceu quando ele foi diagnosticado com paralisia cerebral aos seis anos de idade. Uma condição difícil à qual, no entanto, Taylan parece não prestar atenção, tanto que, apesar dos inúmeros obstáculos, o jovem decidiu voltar a campo mais determinado do que antes. No entanto, se a doença não desmoralizou o jovem Taylan, seus companheiros de equipe o estavam intimidando. Para ele, jogar futebol sempre foi seu único objetivo, porém, por causa dessas agressões, parecia ter perdido completamente o interesse pela bola. Mas as surpresas para ele ainda estavam por vir...

via: BCSN
image: BCNS/YouTube

Nunca foi fácil para Taylan jogar futebol e, embora sua forma de paralisia seja muito leve, cada sessão de treinamento se torna um verdadeiro desafio. Sua mãe, Carrie Wilmoth, sabendo da grande paixão do filho, sempre procurou fazer o melhor, acompanhando-o com grande entusiasmo aos treinos e jgos. Quando entrevistada por jornais locais, ela então compartilhou seus pensamentos sobre o menino: “Meu pequeno Taylan tem uma paralisia muito leve e rara. Não dá para ver só de olhar para ele e, apesar da doença incapacitante, ele ainda decidiu jogar futebol este ano”.

Bullying: mais um desafio a ser enfrentado...

image: BCNS/YouTube

No entanto, após constantes ameaças e bullying, o pequeno Taylan lentamente começou a perder seu entusiasmo pelo esporte. Visado por valentões, ele voltava para casa em lágrimas após cada treino. Uma cena de partir o coração da mamãe, que sabia como o futebol americano era importante para Taylan e para sua saúde. Deixar o futebol significaria perder tudo para o pequeno Taylan.

Advertisement

Uma surpresa incrível...

image: BCNS/YouTube

Após meses de sofrimento, a mãe do pequeno jogador de futebol decidiu contar a história publicamente no Facebook, na esperança de resolver de alguma forma a desagradável situação. Emily Buckman, esposa de um dos treinadores do time de futebol americano de Taylan, foi a primeira a ver a postagem comovente.

We were thrilled to welcome Taylan Orton to the Trojan Family last evening. #thetrojanway #TrojanTrue

Pubblicato da Findlay Trojan Sports su Sabato 1 settembre 2018

Então, para levantar o ânimo do garoto, os mais velhos do time de futebol do colégio decidiram invadir o refeitório durante o almoço de Taylan. Já haviam comprado dois ingressos para ele para o jogo mais esperado do ano, entre o time do colégio e os atuais campeões do título.

Para Taylan, na verdade, assistir aquela partida do banco oficial do time foi praticamente um sonho. Depois de meses de sofrimento e choro, o menino finalmente parece ter esquecido o bullying e parece ter se lembrado de como é maravilhoso o esporte que sempre amou: o futebol americano.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado