Quase cego e sem dinheiro, ele chama a polícia desesperado: levam comida e velas para ele - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Quase cego e sem dinheiro, ele chama…
Esta menina decidiu não ter filhos porque ela quer Em um avião, o passageiro sentado atrás estica os pés descalços sob o assento, invadindo seu espaço pessoal

Quase cego e sem dinheiro, ele chama a polícia desesperado: levam comida e velas para ele

13 Novembro 2021 • Por Roberta Freitas
2.968
Advertisement

Imagine viver sozinho, em completa pobreza, ser deficiente e descobrir que de repente você ficou sem luz porque não tinha dinheiro para pagar a conta; um destino verdadeiramente triste que, nos últimos tempos, está atingindo cada vez mais pessoas que são incapazes de sobreviver e ir em frente. Como o protagonista desta história de desespero que, aos sessenta anos, se viu obrigado a telefonar para a polícia para que trouxessem velas e comida...

Esta incrível história de pobreza se passa perto de Sassari, uma cidade da Sardenha, Itália, quando um homem de 60 anos, indigente e também portador de deficiência por estar quase cego, foi obrigado a ligar para o 112 para chamar as forças policiais dos Carabinieri para pedir ajuda, porque de repente sua eletricidade tinha sido cortada; o homem de 60 anos em dificuldade, pediu aos órgãos de segurança de Sassari que viessem em seu socorro porque ele não tinha dinheiro para pagar a conta de luz, não tinha comida na geladeira e, como sofria de cegueira parcial, ele precisava de pelo menos velas para ver à noite.

A polícia italiana obviamente compreendeu a situação de enorme dificuldade e grande pobreza do homem desesperado, e então se apressou em chegar à sua casa, bastante isolada no interior da Sardenha, e lhe forneceram velas e também comida para se alimentar. Um gesto verdadeiramente generoso e também inesperado.

Quando o prefeito da localidade da Sardenha onde vive o pobre homem foi informado do estado de seu conterrâneo de 60 anos, ele imediatamente acionou o sistema de serviços sociais para que o senhor pudesse ser acompanhado e auxiliado da maneira mais adequada. Os Carabinieri, por sua vez, afirmaram que o gesto dos policiais, apesar de ter sido pautado pela empatia e pela solidariedade, muitas vezes não é suficiente para resolver o problema mais profundo: “gestos simples, infelizmente nem sempre decisivos, mas que veem os Carabinieri sempre dispostos a participar ativamente dos problemas da comunidade”.

Felizmente, o grande coração desses policiais salvou este homem do desespero, todos nós somos extremamente gratos a eles!

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado