Uma menina de 11 anos visita uma casa de repouso e com uma pergunta consegue fazer feliz todos os hóspedes - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Uma menina de 11 anos visita uma casa…
15 ideias de presentes diferentes e úteis para as novas mamães Esta empresa transforma os desenhos das crianças em pingentes

Uma menina de 11 anos visita uma casa de repouso e com uma pergunta consegue fazer feliz todos os hóspedes

628
Advertisement

Os lares de idosos quase nunca são lugares cercados por energia positiva: na maioria das vezes prevalece o sentimento de frustração dos moradores, a tristeza de ver alguns hóspedes morrerem ou sofrerem de solidão devido à escassez de visitas de parentes.

Definitivamente não é um lugar onde uma criança de 11 anos estaria à vontade, mas não quando se trata de Ruby Kate, uma garota americana que conheceu a realidade de um lar de idosos num dia de verão que ela teve que seguir sua mãe para trabalho. Em pouco tempo conseguiu agitar o ânimo dos idosos, trazendo de volta o sorriso no rosto de todos com uma ação simples.

Ruby Kate é uma menina de 11 anos. Um dia teve que ir com a mãe para o trabalho e conheceu a realidade de uma casa de repouso.

Ela imediatamente notou o sorriso apagado dos hóspedes e a insatisfação da equipe que realmente não entendia o que fazer para que eles se sentissem bem. Apesar do ambiente não exatamente alegre, Ruby Kate ainda estava feliz em conhecer as histórias daqueles rostos marcados pelo tempo, seu passado e seu presente. Ela também tinha pensado em algumas atividades para fazer com eles para passar o tempo.

Um dia, Ruby Kate encontrou uma paciente, Pearl, com os olhos fixos na janela: pensando em encontrar algum tipo de cena excitante, ela viu apenas uma mulher que estava levando um cachorro em um carro. A idosa disse a ela que aquele cachorro era seu e tinha 12 anos e que sentia muito porque não sabia quando o veria novamente: gostaria de vê-lo mais vezes.

Advertisement

A simplicidade do desejo da mulher e, ao mesmo tempo, sua incerteza deixaram Ruby Kate com um pensamento fixo em sua mente: os hóspedes do lar de idosos poderiam estar mais serenos com pouco, mas não podiam devido a obstáculos burocráticos ou por que eles não poderiam pagar.

Enquanto isso, Ruby Kate percebeu que tinha dinheiro suficiente no cofrinho para pagar uma dog sitter e permitir que Pearl visse o cachorro com mais frequência.

image: GoFundMe

Impulsionada pelo episódio de Pearl, ela começou a entrevistar os hóspedes individualmente, perguntando-lhes: "Se você pudesse trazer 3 coisas deste mundo para cá, o que você gostaria?". Mais uma vez, as respostas que ela recebeu foram de uma simplicidade tocante. "Eu gostaria de umas calças confortáveis", disse um homem com calças obviamente apertadas na cintura; sapatos, um cobertor quente, acesso a um telefone privado, um alimento especial ou um animal de estimação.

Seu projeto ganhou um nome "Três desejos para os hóspedes de Ruby" e acabou envolvendo também sua mãe: a mulher ficou surpresa ao ver como as pessoas que ela vinha tratando há 20 anos realmente só se abriram com sua filha de 11 anos. E o que eles pediram para ser feliz não era mais do que o que todo ser humano deveria ter.

Advertisement

O projeto ficou famoso na comunidade em que Ruby Kate mora e muitas pessoas começaram a fazer doações: com dinheiro, Ruby e sua mãe compraram tudo o que os pacientes da casa de repouso relataram à menina. 

No asilo, chegavam também animais de companhia que alegravam muitos dos moradores: filhotes e gatinhos despertavam amor nos idosos atrofiados pela monotonia da casa de repouso.

Advertisement

Desde aquele dia de verão, além da escola, Ruby Kate está comprometida também com a casa de repouso e seus hóspedes: com os idosos, ela organiza atividades divertidas e, acima de tudo, demonstra grande atenção às suas necessidades.

Muitas vezes esquecemos o quão difícil pode ser enfrentar a transferência para uma casa de repouso de uma pessoa que já experimenta as incertezas da velhice.

A opção do lar de idosos é, em muitos casos, a única escolha, mas isso não significa que não possa ser uma boa escolha: a partir da história de Ruby Kate podemos aprender que é preciso muito pouco para tornar a vida melhor para aqueles que têm muita história nas costas.

 

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado