EUA: entre as matérias da escola volta a caligrafia, uma competência útil substituída pelas formas digitais - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
EUA: entre as matérias da escola volta…
Ela tem 70 anos, mas parece que tem 35: o seu segredo é uma boa alimentação combinada com exercícios constantes As mães estão cada vez mais cansadas: não vamos deixar que o pedido de ajuda delas não seja escutado

EUA: entre as matérias da escola volta a caligrafia, uma competência útil substituída pelas formas digitais

Por Roberta Freitas
2.140
Advertisement

Aqueles que frequentaram as escolas primárias nos anos 70 e 80 lembram bem as horas gastas escrevendo páginas e páginas nos cadernos, e como essa habilidade era então usada diariamente em atividades como o ditado tradicional.

Com o passar dos anos e o advento das tecnologias digitais, a caneta foi substituída pelo teclado, de modo que esse ensino praticamente desapareceu. No Texas, no entanto, a caligrafia voltou a ser reintroduzida na escola como disciplina oficial. Vamos ver o porquê.

via: ABC13
image: Maxpixel

A iniciativa realmente fez e ainda faz com que alguns pais discutam um pouco, temendo que a educação de seus filhos volte muito no tempo, em um mundo que agora parou de escrever e está limitado à digitação. O uso da caneta é uma atividade muito importante para o desenvolvimento cerebral das crianças, pois é a única maneira de treinar a coordenação olho-mão e criar sinapses essenciais para promover o aprendizado.

O sistema nervoso é mais estimulado com a caneta do que com o teclado e, como se isso não bastasse, escrever da maneira tradicional é crucial para definir as bases da mão dominante, esquerda ou direita. Usando apenas o teclado, o corpo não tem tempo e meios para ativar recursos inatos, olhando para uma tela por muito mais horas do que o necessário ou, de qualquer forma, saudável para um jovem.

Tomar notas com uma caneta ou lápis ajuda a fixar melhor as informações da memória, serve para sincronizar a comunicação entre os hemisférios do cérebro e facilita a expressão natural de habilidades artísticas que podem permanecer ocultas devido ao simples uso de teclas ou tela sensível ao toque.

O retorno ao passado não é um apego nostálgico e anacrônico à tradição, mas o descobrimento e a reconquista de qualidades preciosas que correm o risco de extinção. A Geração Z ou Millenials são todos relâmpagos em dispositivos digitais, mas às vezes têm dificuldade em escrever seu próprio nome para assinar um documento.

A escrita "clássica" serve para esculpir bem a linguagem e as palavras na mente, algo que não pode ser alcançado com a versão digital, considerando as formas abreviadas e de jargão das mensagens de texto, cada vez mais superadas pelas mensagens vocais, com as quais a escrita está sendo completamente abandonada.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado