Uma mulher adota as 4 filhas de sua amiga morta por causa de um tumor no cérebro - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Uma mulher adota as 4 filhas de sua…
Um cachorro de rua vai até a farmácia para ser medicado: a cena é filmada pelas câmeras de segurança O nascimento de um filho não resolve os problemas de um casal: 5 coisas que acontecem quando ele chega

Uma mulher adota as 4 filhas de sua amiga morta por causa de um tumor no cérebro

Por Roberta Freitas
11.091
Advertisement

Quando Elizabeth Diamond, mãe solteira, foi diagnosticada com um tumor cerebral no quarto estágio, seus pensamentos foram imediatamente para o futuro de suas filhas. Com quem elas ficariam? Elas teriam sido divididas? Elizabeth estava preocupada com o que seria de sua família. Felizmente para ela, sua amiga Laura Ruffino fez uma promessa: ela adotaria suas filhinhas e as criaria como se fossem dela. Quando Elizabeth foi para um lugar melhor, Laura manteve sua promessa.

via: today.com
image: Youcaring

Laura e Elizabeth se conheciam desde o ensino fundamental. Elas enfrentaram tantos momentos lindos juntas, mas a vida as colocou diante de um destino trágico: Elizabeth foi diagnosticada com um tumor no cérebro, que após um período de doença a afastou das filhas.

image: Youcaring

Elizabeth tinha 4 filhas, que cresceram com todos os sacrifícios de uma mãe solteira. Após o diagnóstico, as maiores preocupações de Elizabeth eram exclusivamente com as meninas. A quem ficaria a guarda delas? E se elas fossem separadas?

Advertisement
image: Youcaring

Em um momento tão difícil, Laura fez uma promessa a Elizabeth que a fez se sentir melhor, na medida do possível: disse à amiga que adotaria as meninas e que as criaria como se fossem suas filhas. Isso tranquilizou Elizabeth muito sobre o futuro de suas filhas pequenas: poucas outras pessoas poderiam cuidar das meninas como Elizabeth teria feito. "Quando ela começou a ficar fraca, você pode imaginar o medo que eu sentia pelas meninas, que ficariam sem ela", disse Laura.

Quando Elizabeth se foi, em abril de 2015, Laura cumpriu a promessa feita à amiga: as quatro meninas foram adotadas pela família Ruffino, que dobrou de tamanho.

"Dez anos atrás, eu não imaginaria que minha vida teria sido assim. Mas se algo lhe for lançado, aceite o desafio e faça o melhor que puder", acrescentou Laura. Agora, as meninas crescem saudáveis ​​e felizes, graças às doações que aqueles que souberam de sua história fizeram a seu favor. Laura e também a mãe das meninas continuam a cuidar delas, com certeza. 

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado