Nesta ponte em Glasgow é possível deixar casacos e roupas para quem precisa - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Nesta ponte em Glasgow é possível…
Falar com os entes queridos que não estão mais entre nós ajuda a elaborar o luto e a melhorar a nossa saúde mental Ela ficou trancada fora de casa enquanto fazia as tarefas domésticas, mas o seu gato conseguiu abrir a porta

Nesta ponte em Glasgow é possível deixar casacos e roupas para quem precisa

Por Roberta Freitas
1.404
Advertisement

O inverno é geralmente a época mais difícil do ano para muitas pessoas que são forçadas a viver nas ruas, sem quatro paredes e um teto onde se aquecer. Estamos falando das muitas pessoas sem-teto que povoam cidades em todo o mundo, pessoas cujas vidas passam quase despercebidas, mas para quem é realmente apropriado implementar gestos de solidariedade e proximidade.

Como fez uma comunidade em Glasgow que, na cidade escocesa, estabeleceu uma iniciativa de enorme importância para aquecer dias e noites de mulheres e homens carentes.

Chama-se Take One, Leave One e, como o nome sugere, convida todos que atravessam a Ponte Tradeston a pegar uma roupa, se precisar, e a deixar uma, se quiser se desfazer dela. É isso mesmo: qualquer pessoa que tiver no guarda-roupa um casaco, uma roupa quente, um cachecol ou sapatos que talvez não use há muito tempo pode levá-los até a ponte de Glasgow.

Aqui, as roupas são coletadas em vários cabides, dos quais as pessoas que precisam delas podem pegar o que querem. Um verdadeiro "guarda-roupas de caridade", portanto, em uma iniciativa que, sob nomes semelhantes, envolveu muitas cidades no Reino Unido e na Irlanda.

E a resposta dos cidadãos, nesse sentido, foi inesperadamente calorosa. Dezenas e dezenas de roupas reunidas, adequadamente protegidas por cobertores para não molhar ou estragar com o mau tempo, deram àqueles que não têm casa ou dinheiro suficiente uma ajuda valiosa para passar os dias um pouco mais quentinhos.

Advertisement

Mark David Holmes, que idealizou a iniciativa, disse estar encantado por ter contribuído, juntamente com sua família e amigos, para a ampla ressonância que o Take One, Leave One recebeu. Afinal, quem tem menos sorte é um ser humano como nós, e agir com indiferença é sempre um ato deplorável. Por esse motivo, cada um de nós pode fazer a diferença colocando sua humanidade em prática, mesmo com gestos simples.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado