Se sente sozinha no refúgio depois que o seu melhor amigo foi adotado: ela está triste e não come mais - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Se sente sozinha no refúgio depois…
Estes dois cães A cena incomum do cachorro que tira uma soneca nas costas de uma vaca

Se sente sozinha no refúgio depois que o seu melhor amigo foi adotado: ela está triste e não come mais

Por Roberta Freitas
4.647
Advertisement

Arwen é uma filhote de São Bernardo com 2 anos e meio de idade, que já pesa a beleza de 70 kg e não fica parada nem por um minuto. Ela não é capaz de interagir com cães pequenos ou médios, exatamente por causa de seu tamanho, mas é completamente disponível com os humanos: ela deixa escovarem seu pelo por horas, não tem problemas em ver o veterinário, etc...
Arwen passou 1 ano e meio de sua vida em um apartamento muito pequeno, até que seu dono percebeu que não podia mais cuidar dela. Quando seu dono a deixou no refúgio "Fidoamico" em Ormelle (na província de Treviso, Itália), a cachorrinha estava muito magra e não estava em um bom estado de saúde.

via: Fidoamico

Seu dono não podia mais se dar ao luxo de mantê-la, então ele procurou um refúgio em busca de ajuda. Quando o cão chegou ao local, os voluntários notaram imediatamente que a condição física do São Bernardo não era ótima: pelos emaranhados, infecções atrás das orelhas e pontos no corpo onde havia falta de pêlo. "Tivemos que fazer a tosa", disse Ingrid Soranzo, proprietária do refúgio. Arwen ficou muito triste - sua estadia no refúgio não a excitou muito e era incapaz de interagir com os outros cães, passando os dias em solidão, evitando a tigela de comida com o focinho.

Tudo mudou quando Jazz chegou, um animado Husky de olhos azuis, que imediatamente criou um forte vínculo com a doce Arwen. Desde que os dois cães se tornaram inseparáveis, a tristeza de Arwen parece ter acabado.

A depressão de Arwen passou depois de poucos dias da chegada de Jazz!

image: Fidoamico

Tudo que é bom, no entanto, também tem um fim - para Arwen foi quando o jovem Husky foi adotado por uma família. Em pouco tempo, o São Bernardo havia perdido seu melhor amigo e companheiro de brincadeira. Um evento experimentado com tristeza, que trouxe Arwen de volta à apatia.

O refúgio tem pelo menos sessenta cães à procura de uma casa, mas há muito poucos pedidos para Arwen: a maioria deles é de pessoas que gostariam de manter um São Bernardo em casa. De fato, os pedidos de adoção são de 90% para cães pequenos, porque são mais fáceis de gerenciar e transportar, além do fato de que os custos com as quantidades de alimentos são mais baixos. Claramente, o peso não deve ser o único critério que determina a adoção. O certo é que um São Bernardo não é um cão de apartamento.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado