Esta mulher foi demitida após 19 anos de trabalho por se esquecer de colocar 20 centavos no caixa - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Esta mulher foi demitida após 19 anos…
Um homem arrisca sua vida para salvar um lobo selvagem preso em uma armadilha Um menino de 12 anos é oficialmente adotado pela família de seu melhor amigo - um sonho que se tornou realidade

Esta mulher foi demitida após 19 anos de trabalho por se esquecer de colocar 20 centavos no caixa

Por Roberta Freitas
17.198
Advertisement

Às vezes, a humanidade é realmente capaz de tirar fora o seu pior, contra pessoas que simplesmente não merecem. Pense nas relações no ambiente de trabalho: injustiça e bullying por parte dos responsáveis ​​podem ser muito comuns, mesmo que seja apenas para descontar as frustações em um funcionário que não fez nada de errado.

A mulher de quem vamos falar está bem ciente disso. No Reino Unido, ela ficou literalmente chocada quando a dona da padaria para a qual ela trabalhou por 19 anos a despediu. O motivo? Um suposto "roubo" de 20 centavos.

É isso mesmo: 20 centavos, algumas moedas que faltavam na caixa e, para Yvonne Hough, de 54 anos, a demissão imediata foi acionada. A funcionária da padaria Preston comprou alguns lanches para os netos antes de sair, mas se esqueceu de colocar 20 centavos do valor total que teve que pagar por eles. Assim, ao tomar conhecimento dessa falta, a proprietária achou normal acusá-la de furto e mandá-la embora.

Não é necessário ser advogado trabalhista para entender a injustiça de tal medida. O episódio não foi de fato intencional nem repetido, mas um esquecimento autêntico que pode acontecer a qualquer pessoa. Principalmente para um funcionário que, depois de quase 20 anos, merece um mínimo de confiança. Depois de verificar as câmeras de vigilância e de um telefonema um tanto ressentido, a empregadora resolveu tomar a solução mais drástica, deixando Yvonne em apuros.

Em resposta, a mulher interpôs recurso judicial contra a demissão injusta e o juiz concordou com ela. A mulher não podia ter sido demitida na hora e por um motivo tão fútil e esporádico, e o tribunal condenou a dona da loja a pagar a ela mais de 3.200 euros. Além do fato de que, felizmente, a justiça triunfou, dói muito ler episódios desse tipo, que mais uma vez atestam que infelizmente algumas pessoas nunca aprenderão a se comportar de maneira justa e correta.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado