Ela finge estar bêbada e pede ajuda para as pessoas para chamar um táxi: 4 em cada 5 homens tentam levá-la para própria casa - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Ela finge estar bêbada e pede ajuda…
Uma mulher morre repentinamente após limpar o banheiro com uma mistura tóxica de produtos de limpeza O marido é atacado por um tubarão enquanto toma banho de mar: a mulher grávida mergulha e o salva

Ela finge estar bêbada e pede ajuda para as pessoas para chamar um táxi: 4 em cada 5 homens tentam levá-la para própria casa

Por Roberta Freitas
4.440
Advertisement

Embora a igualdade de gênero seja solenemente afirmada na Declaração Universal dos Direitos do Homem das Nações Unidas, na tentativa de criar igualdade na lei e nas situações sociais, a realidade, infelizmente, mais uma vez se mostra não estar à altura dessas intenções. Deixando de lado a questão da igualdade salarial, homens e mulheres não recebem o mesmo tratamento quando se trata de viver as mesmas situações: é improvável que um homem tenha dificuldade ou medo de voltar para casa depois de ter saído para se divertir, ou se sinta constrangido ou alarmado após ter recebido uma apreciação em público. Para uma mulher, entretanto, tudo isso é mais do que real. Nesse sentido, foi filmado um pequeno experimento social, no qual uma atriz faz o papel de uma menina bonita e ligeiramente bêbada, que tenta desesperadamente chegar em casa de ônibus ou táxi. Ao pedir ajuda aos transeuntes, a mulher parece receber, na maioria dos casos, apenas cantadas e tentativas de abusos. 

A garota diante da câmera é claramente uma atriz: cerveja na mão, vestido de verão e a voz de quem bebeu demais. Se trata de ficção para poder recriar condições da vida reais e observar de perto (mas com total segurança!) o que acontece no caso uma menina bonita, que bebeu demais, tente pedir ajuda ao outro sexo. Embora limitados como experiência, os resultados evidenciaram a triste realidade: 4 em cada 5 homens tentaram tirar proveito da situação e, em vez de ajudar a jovem a chegar a um ônibus ou táxi, a seu pedido explícito, propuseram que ela fosse para a casa deles.

A menina abordou todos os jovens transeuntes com a mesma história: "Bebi um pouco demais, queria ir para casa, podem me ajudar a chamar um táxi ou pegar um ônibus?". Situação que pode acontecer a qualquer pessoa, homem ou mulher, mas que neste último caso produz reações diferentes. Depois que o vídeo foi lançado, alguns comentários de usuários foram ainda mais alarmantes: "Eu realmente não sei o que ela esperava com esse experimento social, 95% dos americanos se comportariam assim". Embora seu valor científico seja severamente limitado, este experimento é o espelho de uma realidade completamente podre.

A atriz volta a ficar sóbria quando a situação vai um pouco mais longe: cumprimenta educadamente dizendo que se sente melhor e foge, deixando os homens bastante confusos.

Advertisement

O fato de usar saia, vestido, ou de beber demais, não justifica em nada as ações irresponsáveis ​​de um homem. Se uma mulher bêbada pede ajuda, significa que ela está com problemas, ela não está enviando nenhum outro sinal. Tirar vantagem de tal situação não é para homens, mas para criminosos.

Como escreveu Margaret Atwood: "Os homens têm medo que as mulheres riam deles. Mulheres que os homens as matem".

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado