Um homem encontra o anel de noivado de uma senhora graças ao detector de metais: tinha sido roubado há 33 anos - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Um homem encontra o anel de noivado…
Gosto não se discute: 15 achados da moda que nos deixaram um tanto perplexos Um menino de 17 anos é finalmente adotado por um casal gay após ser rejeitado por 9 famílias diferentes

Um homem encontra o anel de noivado de uma senhora graças ao detector de metais: tinha sido roubado há 33 anos

10 Fevereiro 2021 • Por Roberta Freitas
8.645
Advertisement

Quem opta por praticar um determinado hobby como o da detecção de metais, sabe bem qual é uma das maiores satisfações para quem busca algo: encontrar objetos preciosos e, mais exatamente, ouro! Sabemos que cada país tem sua própria legislação quanto ao uso de detectores de metal e o comportamento a ser adotado em relação a quaisquer achados históricos, mas quando se trata de objetos "modernos", como um anel de noivado ou uma pulseira, sabemos que pertenciam a alguém. Alguém que, distraidamente, deve ter perdido o objeto. Se você tiver um pouco de moral e bom senso, tentará rastrear o proprietário.

George Taylor, que há anos é apaixonado por esse hobby maravilhoso, encontrou o anel de noivado de uma senhora de 82 anos completamente por acaso. Ela mal conseguiu conter as lágrimas diante daquela anel que ela acreditava estar perdido para sempre.

George Taylor estava dando um passeio na praia de Carnoustie, perto de Dundee, na Escócia, com seu detector de metais, em um dia comum. Quando a máquina deu um sinal alto e agudo, ele não hesitou por um segundo e começou a cavar na areia. Quando ele puxou um anel um pouco arranhado, ele imediatamente soube que era ouro.

George hipotetizou que era um anel de noivado, suspeitas confirmadas pela gravação interna do objeto com a data de 1963 e as iniciais dos namorados. Graças a essas pistas, George conseguiu rastrear pelo Facebook a filha da dona do anel, uma senhora de 82 anos chamada Dorothy.

Advertisement

Dorothy não conseguia acreditar no que ouvia: seu anel de noivado fora encontrado após 33 anos. Em 1987, de fato, ladrões invadiram a casa dela e de seu marido Andrew, enquanto os dois estavam no teatro, roubando aquele anel de ouro e outros objetos preciosos, como a TV e o toca-discos. Apesar do relatório policial, Dorothy não sabia mais nada sobre aquela sua joia preciosa, e agora um desconhecido tinha encontrado o seu anel depois de todos aqueles anos, por puro acaso. A senhora ficou maravilhada e pediu a um joalheiro que restaurasse o anel, substituindo a pedra.

A mulher comentou contendo as lágrimas: "Andrew teria amado se ele estivesse aqui". George, é claro, não poderia estar mais feliz do que isso: graças ao seu hobby favorito, ele ajudou concretamente a mulher a encontrar um objeto tão querido e precioso quanto seu antigo anel de noivado.

Esta não é a primeira vez que um "detectorista" encontra e devolve itens pessoais valiosos - esperamos que esta história seja um ótimo exemplo do que esse hobby representa para todos.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado