Ela decide se tornar um homem após o parto: "Meu filho às vezes ainda me chama de mãe" - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Ela decide se tornar um homem após…
Dá 21 centavos a mais de camarão ao cliente e é demitida, mas o juiz dá razão para ela

Ela decide se tornar um homem após o parto: "Meu filho às vezes ainda me chama de mãe"

23 Maio 2021 • Por Roberta Freitas
1.168
Advertisement

Andrea Giovanni é um pai perfeito e atencioso para seu filho de 11 anos, Brian;  não é apenas um bom pai, mas também uma mãe invejável. Sim, porque Andrea Giovanni foi no passado a mãe de seu filho, a mulher que deu a vida ao menino e que só no decorrer da sua vida decidiu que faria a transição para passar de um corpo feminino para o masculino. Certamente uma escolha dolorosa, mas que finalmente o libertou dos demônios interiores que ele tinha desde que era criança...

via: Business

Andrea Giovanni não nasceu homem, mas já aos três anos sentia que o seu corpo o aprisionava; ele não se sentia como uma menina, ele queria ser um menino. Em tudo isso, Andrea teve no passado um marido com quem tentou ter um filho, que acabou perdendo, e depois conseguiu ter um filho, Brian, que agora tem 11 anos, mas que o pai biológico não quer mais ver.

Quando Brian nasceu, 11 anos antes, ele tinha uma mãe amorosa que cuidava dele, mas quando o menino começou a frequentar a primeira série do ensino fundamental, a mulher deu início ao lento processo de transição de gênero; finalmente viraria homem: “Não me preocupava tanto com o que diriam os adultos, mas as crianças, que talvez lhe perguntassem 'Por que sua mãe tem barba?', afinal quando tudo começou meu filho estava na primeira série . Agora ele é um pit bull, ele me defende e me protege. Ele me chama de homem quando estamos fora, mas em casa ele ainda me chama de mãe, eu não queria tirar isso dele também..."

Advertisement

Cerco di godermi questi attimi più che posso, perché ho paura che il giorno in cui ti chiederò un abbraccio e tu mi...

Pubblicato da Andrea Giovanni Alaimo su Martedì 4 agosto 2020

Andrea teve seu filho como mulher aos 21 anos, e somente aos 25 é que começou a levar a sério a opção de finalmente se tornar um homem, enfrentando os preconceitos das pessoas que o viam como uma piada da natureza.

Em tudo isso, desde que se tornou homem, Andrea também teve uma ex-mulher, de quem se divorciou depois de apenas seis meses de casamentos e sete anos de namoro; mas, certamente, Andrea Giovanni e seu filho Brian não desanimaram e ficaram desapontados.

Siamo il frutto di quello che ci è stato fatto. è il principio fondamentale dell'universo, ad ogni azione corrisponde una reazione uguale e contraria.

Pubblicato da Andrea Giovanni Alaimo su Domenica 2 agosto 2020

O pai orgulhoso desse menino extraordinário de 11 anos disse: "Infelizmente, os pais podem influenciar negativamente a vida de uma criança, empurrando-a para um caminho em vez de outro. Muitas meninas estão procurando por mim em busca de conselhos, para me contar sobre suas experiências, e não posso deixar de dizer que se eu tivesse ouvido as palavras das pessoas ao meu redor, não teria feito nada e provavelmente não sei o que teria feito. A disforia de gênero leva você a depressões muito difíceis, a odiar tudo, não se reconhecer no espelho".

Concordem ou não com a escolha de vida de Andrea Giovanni, é preciso dizer que com seu filho Brian ele forma uma família à qual não falta o mais importante: o amor!

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado