Ela vê as mãos do filho sujas de graxa e se pergunta: "Fazer ele trabalhar me torna uma mãe ruim?" - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Ela vê as mãos do filho sujas de graxa…
Tem só US $ 20 para gastar em sapatos para seu filho, mas um homem generoso se oferece para comprá-los Pai orgulhoso elogia o esforço de seu filho de 14 anos por trabalhar o dia todo em um restaurante de fast food: chuva de críticas

Ela vê as mãos do filho sujas de graxa e se pergunta: "Fazer ele trabalhar me torna uma mãe ruim?"

11 Outubro 2021 • Por Roberta Freitas
4.773
Advertisement

Os pais fariam qualquer coisa pelos filhos e, ao decidirem constituir família, levam em consideração o fato de que devem fazer sacrifícios pelo seu bem-estar. Até que se tornem completamente autônomos, os filhos são uma grande responsabilidade, mesmo economicamente. Cassandra Lane tem 5 filhos e, tanto ela como o marido, sabem muito bem o preço de todos os sacrifícios feitos para não deixar faltar nada à sua família. Em um mundo fortemente dividido entre quem tem muita riqueza e quem parece não ter praticamente nada em comparação, é fácil desanimar: Cassandra sempre viu os amigos de seus filhos viverem vidas de sonho e, a longo prazo, esse pensamento pode ser desgastante. Por mais certa que estivesse de seu papel de mãe e de todo o amor que sempre deu aos filhos, um dia, a mulher não resistiu e se questionou após um pequeno episódio. Felizmente, seu filho deu a ela a melhor resposta que um pai gostaria de receber.

via: Newsner

Um dia, Cassandra acompanhou um de seus filhos, Zeke, para tirar a foto para o álbum da escola. Era o fim do verão e Zeke, como tantos meninos, ajudava a família trabalhando em uma oficina durante as férias. Cassandra não pode deixar de notar as mãos do menino sujas de graxa: eram claramente as mãos de uma pessoa que havia trabalhado em uma oficina. Ela também percebeu que o menino se sentia um pouco incomodado com isso, mas imediatamente o tranquilizou dizendo que na escola eles só tirariam fotos do rosto. Infelizmente, ela estava errado, pois os retratos dos meninos foram tirados da cintura para cima.

De repente, ela se sentiu culpada: talvez não tivesse feito o suficiente pelo filho? Todos os outros meninos presentes na escola naquele dia estavam bem vestidos e pareciam viver uma vida muito diferente daquela a que seu filho estava acostumado.

O filho dela não tinha carro novo, não tinha roupas da moda e não levava a vida despreocupada de seus semelhantes, disso Cassandra tinha certeza. De repente, a mulher sentiu que estava falhando como mãe, mas felizmente foi apenas um momento de fraqueza. Cassandra contou suas dúvidas para o filho, Zeke, dizendo a ele que lamenta profundamente pelo pouco que sempre foi capaz de oferecer a ele. O filho, porém, a tranquilizou em um momento e com um sorriso ele respondeu: "E do que você se desculpa? Por me ensinar que para conseguir o que eu quero eu tenho que trabalhar? Por me ensinar que nada na vida é de mão beijada?".

Advertisement

Uma conversa que imediatamente animou Cassandra e que a lembrou de ter orgulho de si mesma como mãe, assim como de seu filho, é claro. Cassandra ensinou ao filho o verdadeiro valor do dinheiro, do sacrifício e do trabalho; mas, acima de tudo, ela sempre lhe dera todo o seu amor.

Não são roupas caras ou smartphones que tornam os pais melhores, e a felicidade de uma criança não pode ser comprada com prêmios ou presentes.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado