"Peço um café normal e o garçom me traz um descafeinado porque estou grávida: ele decidiu por mim" - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
"Peço um café normal e o garçom me…
Ela conhece um homem por meio de um aplicativo, eles marcam um encontro e ele aparece de pijama Mãe de 22 filhos revela seus

"Peço um café normal e o garçom me traz um descafeinado porque estou grávida: ele decidiu por mim"

27 Maio 2022 • Por Roberta Freitas
390
Advertisement

Ao enfrentar o período da gravidez é sempre aconselhável ficar de olho na nutrição e na saúde em geral. A mulher deve fazer check-ups regulares e, quando necessário, desistir de algo ou complementar. Normalmente, decisões semelhantes são tomadas em conjunto com o próprio médico e ninguém mais deve interferir mas, infelizmente, nem sempre é esse o caso. Em muitos casos, de fato, acontece que entes queridos, amigos ou completos estranhos decidam dar conselhos não solicitados.

Tal coisa aconteceu com o protagonista da história que estamos prestes a contar. Essa mulher viveu um episódio, em sua opinião, não exatamente agradável com o pedido de um café e o comportamento do garçom. Vamos descobrir o que ela escreveu.


Em um post que apareceu em seu Twitter, a usuária Madeline Odent contou ao vivo o que estava acontecendo em um bar. A mulher escreve: "neste momento, um barman da Starbucks errou intencionalmente minha bebida porque estava convencido de que eu não queria tomar um café porque estou grávida. Parece bobo, estou ciente disso, mas não é. Por que as pessoas se acham no direito de tratar as mulheres grávidas e seus corpos como se pertencessem a todos?"

Aparentemente, o garçom teria decidido o que era melhor para a cliente grávida. Tudo bem se preocupar, tudo bem dar conselhos, tudo bem achar que uma coisa é mais certa que a outra, mas acima de tudo, se deve perguntar primeiro ao interessado e depois agir. Nunca é correto pensar que você pode tomar decisões pelos outros, a menos que tenha habilidades específicas ou tenha havido um pedido explícito. Nesse caso, o garçom não tinha direito nenhum de decidir pela cliente.

É sabido que o excesso de cafeína na gravidez é desaconselhável, mas por que decidir sem consultar? Afinal, uma gestante sabe muito bem o que é certo ou errado para ela e para o bebê, não é necessário que outros ajam em seu lugar.

Foi isso que irritou Madeline e lhe deu a oportunidade de fazer uma pergunta: por que uma mulher grávida tem que se aconselhar com alguém? Não há resposta, a não ser a tendência inata dos outros de sempre dar a sugestão certa ou presumida.

O tweet foi lido por vários usuários que relataram histórias muito semelhantes nos comentários.

"Isso é realmente um absurdo. Minha pior experiência foi quando um colega meu de repente tirou a água com gás e me disse que eu estava grávida e que eu tinha que beber água sem gás. Você entende? Era só água, com bolhas, mas ainda água". - "Eu tinha acabado de dar à luz quando entrei em um bar para tomar café. Eu peço, mas vendo a garotinha, o barista me diz que não posso tomar café porque estou amamentando. No final, tive que ceder e tomar um chocolate quente".

Advertisement

Esses são apenas dois dos comentários recebidos pela autora do post. O que transparece nessas palavras é a gravidade e o absurdo de algumas ações.

Tem gente que decide sentar na cadeira e dar conselhos mesmo quando não é expressamente solicitado, mas será que é mesmo certo? Ou, grávida ou não, a mulher é livre para escolher por si mesma, seguindo o conselho de seu médico, tanto quanto possível?

Tags: WtfAbsurdosHistórias
Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado