Os 15 princípios de base de Maria Montessori para criar filhos felizes - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Os 15 princípios de base de Maria Montessori…
Carne de porco feita no sal grosso: você não precisa ser um chefe para cozinhá-la! O método para se livrar dos ratos em casa... e sem matá-los!

Os 15 princípios de base de Maria Montessori para criar filhos felizes

12.737
Advertisement

Até os primeiros anos do século XX, as crianças não eram consideradas como seres que necessitavam de mais atenção e cuidados, mas como pequenos adultos.

Foi graças ao trabalho dos primeiros pedagogos que começamos a entender que cada fase da vida é diferente em termos psicológicos e que a infância é a fase principal.

Nesse panorama, o trabalho da educadora Maria Montessori foi revolucionário e ainda hoje os seus princípios são utilizados. 

Maria Montessori elencou 15 princípios para criar filhos felizes e responsáveis:

  1. Eduque com o exemplo. As crianças aprendem principalmente com os fatos, as palavras vêm depois.
  2. Não os critique sempre, principalmente em público. Serão adultos frustados prontos a julgar os outros negativamente.
  3. Elogie sinceramente os seus comportamentos positivos, isso irá ajudá-los a compreender o valor das coisas.
  4. Procure não ser hostil com eles. Se tiverem pais sempre zangados eles tenderão a brigar.
  5. Não coloque-os no papel de ridículos, faz mal para a autoestima deles.
  6. Confie nas suas capacidades e demonstre, assim você irá aumentar a autoestima dos pequenos.
image: thehindu.com

7. Nunca os subestime e diga que eles não conseguirão alcançar um objetivo. Assim eles ficarão inseguros.

8. Escute-os e leve em consideração suas ideias, assim eles irão desenvolver segurança em si mesmos.

9. Dê a eles todo o amor e cuidado. Sentindo-se amados encontrão o amor no mundo.

10. Nunca fale mal deles, nem mesmo quando não estiverem presentes.

11. Um pai tem a obrigação de prestar atenção nas competências sociais e emocionais dos próprios filhos.

12. Não os ignore, responda sempre quando tentarem comunicar.

13. Todos erram, principalmente as crianças. Para aprender realmente eles devem poder errar tranquilamente.

14. Ajude-os a serem autônomos. Não resolva os problemas por eles, mas faça em modo com que eles consigam resolvê-los sozinhos.

15. Trate-os com afeto e gentileza, assim eles terão um bom desenvolvimento afetivo. 

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado