O conselho de psicólogos para gerenciar e corrigir comportamentos teimosos em crianças pequenas - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
O conselho de psicólogos para gerenciar…
Um labrador se torna a Toda noite esse boxer dorme encolhido ao lado de seu irmão humano: eles são praticamente inseparáveis

O conselho de psicólogos para gerenciar e corrigir comportamentos teimosos em crianças pequenas

Por Roberta Freitas
1.552
Advertisement

Quando uma criança cresce e sua personalidade está se formando, nem sempre é fácil gerenciar seus comportamentos e reconciliá-los com as regras e a boa educação que os pais devem transmitir. Frequentemente, por puro "capricho" ou manha, as crianças decidem não fazer o que veem como uma imposição da parte dos adultos, criando situações de contraste bastante cansativas a serem enfrentadas dia após dia.

Caprichos e teimosia, no entanto, não são coisas com as quais as crianças "nascem", e essa é a primeira coisa que os pais devem aprender a entender. Rejeitar as regras e se fechar são frequentemente o resultado de comportamentos que também derivam da educação dos adultos. É por isso que é necessário entender melhor, com base em pesquisas psicológicas, como agir para que as crianças comecem a aceitar de bom grado o que um adulto diz, sem dar espetáculos ou ter explosões de raiva.

image: Pikist

Pedidos não aceitos, relutância constante, caprichos que muitas vezes degeneram em queixas furiosas: se tudo isso soa familiar, os conselhos que estamos prestes a listar sobre atitudes a serem tomadas com as crianças mais teimosas podem ser úteis. São estratégias que, na vida cotidiana, valem a pena tentar, pois - dependendo da situação - elas podem dar frutos.

Desde tenra idade, para evitar que uma criança sempre faça só o que quer e como quer, os limites devem ser claros. Se permitirmos tudo aos nossos filhos e "modelarmos" tudo de acordo com eles, correremos o risco de nos encontrar diante de uma pessoa impulsiva, relutante e difícil de lidar. Se os limites da obediência não forem estabelecidos imediatamente - talvez também por causa da preguiça e do cansaço da parte dos pais - será tarde demais. Um comportamento teimoso "inofensivo" quando criança pode se transformar em agressividade ao longo dos anos.

image: Piqsels

Além disso, os impulsos da teimosia são absolutamente normais, e não estamos dizendo que devemos "reprimí-los" completamente. Pelo contrário: eles costumam testemunhar que a criança está descobrindo quem é e o mundo ao seu redor, e tentando entender o que gosta e o que não gosta. Existem limites, no entanto, e quando um pai - uma pessoa com mais experiência e capaz de educar - dá uma ordem, a criança deve respeitá-la sem muito barulho.

Paciência e compreensão são necessárias e, mesmo que seja difícil, é bastante contraproducente que um pai ou mãe, quando confrontado com repetidas teimosias e explosões de raiva, também ajam de maneira agressiva por sua vez. De fato, existe o risco de piorar a situação. Usar punição é outro assunto delicado, pois, se forem excessivas, humilhantes ou até piores, correm o risco de aumentar ainda mais a raiva e os comportamentos negativos de uma criança.

Advertisement
image: Needpix

Nossos filhos, por outro lado, sempre precisam de modelos positivos, tanto quanto possível, de pessoas adultas das quais possam derivar o melhor dos comportamentos e depois colocá-los em prática quando crescerem. Ao mostrar respeito e autoridade ao mesmo tempo, as mesmas atitudes serão obtidas: não adianta colocar em prática a autoridade "absoluta", porque as crianças crescerão com fortes ressentimentos e acharão que esses são os modelos nos quais se basear. Afinal, um pouco de esforço é suficiente, e tentar não custa nada: é possível criar filhos menos teimosos, e isso nos dará nossa tranquilidade diária e familiar.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado