2018 é um ano especial para as estrelas cadentes: a ausência da lua vai nos presentear com um espetáculo raro - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
2018 é um ano especial para as estrelas…
Este cara deixou todo mundo de boca aberta pintando quadros com as duas mãos! Não ensinar para as crianças o respeito pelos animais pode ter consequências muito tristes...

2018 é um ano especial para as estrelas cadentes: a ausência da lua vai nos presentear com um espetáculo raro

Por Roberta Freitas
1.961
Advertisement

Todos os anos, todos os que moram no hemisfério norte, têm um encontro fixo em agosto, que faz sonhar os românticos e os amantes da ciência principalmente. Nós estamos falando das estrelas cadentes, que tradicionalmente acontece na noite de São Lourenço - 10 de agosto.

Este ano de 2018, será particularmente satisfatório do ponto de vista da abundância de estrelas cadentes: graças à lua que nos dias próximos ao 10 de agosto não será muito brilhante e não perturbará a visão das estrelas com a sua luz.

De 60 a 100 estrelas cadentes em um hora.

Há alguns anos o fenômeno das estrelas cadentes é muito mais abundante do que no passado: os dias em que podemos observá-las vão de 10 a 12 de agosto, e neste ano teremos o pico do fenômeno no dia 12.

Este ano, de uma maneira muito excepcional, é previsto para aqueles dias uma pequena lua particularmente pouco luminosa que não vai perturbar o fenômeno das estrelas cadentes: para poder vê-las, é necessário que tudo esteja muito escuro. Muitas pessoas vão para longe das luzes da cidade.

Uma coincidência muito rara aquela de que a lua estará pouco luminosa nos dias das estrelas cadentes, o que nos dá esperança de um show único.

O que são as estrelas cadentes?

image: pixabay.com

Na verdade, o que chamamos de estrelas cadentes não são estrelas, mas meteoros: em termos ainda mais simples, são restos deixados pelo cometa Swift-Tuttle. Todos os anos - de 17 de julho a 24 de agosto - nosso planeta vê a área do espaço em que esses detritos se acumulam e que, entrando em nossa atmosfera a uma velocidade de cerca de 210.000 km/ h, queimam criando o espetacular fenômeno das 'estrelas cadentes'.

Advertisement
image: pixabay.com

Este ano serão entre 60 e 100 estrelas por hora, o que significa mais de uma estrela cadente por minuto. 

Preparem os seu pedidos!

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado