Este homem não fala com a sua família há anos por que não consegue ouví-los mastigar - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Este homem não fala com a sua família…
As mulheres que FALAM TANTO vivem mais e mais tranquilas: este estudo confirma O pai passa com o sinal vermelho e seu filho de 5 anos liga para a polícia:

Este homem não fala com a sua família há anos por que não consegue ouví-los mastigar

Por Roberta Freitas
1.241
Advertisement

Quão chato pode ser estar à mesa, com muita fome e pronto para desfrutar de um bom jantar, e encontrar alguém que  mastiga de forma muito barulhenta? É muito rude comer fazendo barulho e para a maioria das pessoas é muito desagradável. No entanto, a situação parece ter saído de controle com Derrol Murphy, um americano de San Diego, que sofre de misofonia, uma patologia rara que se enquadra no campo das doenças mentais. As pessoas que sofrem de misofonia geralmente ficam irritadas, e às vezes enfurecidas, com a exposição a um som considerado comum por outras pessoas, como aquelas geradas por pessoas cortando as unhas, escovando os dentes ou comendo - como no caso de Derrol. 

via: The Sun
image: Facebook

O homem de quarenta e um anos de San Diego sempre viveu com essa patologia irritante: "Eu sempre pensei em ser simplesmente louco!". Essa doença absurda forçou Derrol a parar de falar com sua família por anos, devido a "ruídos" simples e comuns que o homem nunca foi capaz de tolerar sem entrar em erupção: o som daqueles que mastigam comida, cliques em uma caneta ou alguém que limpa a garganta antes de falar. Pequenos ruídos que fazem Derrol perder completamente a cabeça (e aqueles que sofrem dessa doença sutil).

image: Facebook

Como o próprio Derrol afirma, pode realmente ser um problema sério quando se trata de ficar perto das pessoas que você ama - você acredita que eles, a sua família, sejam aqueles que deveriam te entender mais, mas no fim eles não aceitam e não procuram respostas, mais por ignorância do que maldade. Derrol sofreu (e sofre) por tantos anos com esta doença sem nunca ter ouvido falar dela; uma doença que o forçou a se afastar e sair de restaurantes várias vezes durante o jantar. "Eu simplesmente não suporto aqueles que mastigam muito alto, é mais forte que eu. Eu não sou uma pessoa agressiva, é só nesses casos que minha raiva aumenta."

Até mesmo o barulho das sacolas plásticas é algo absolutamente insuportável para Derrol, que admite que não foi ao cinema por pelo menos dez anos, porque as pessoas abriam lanches ou pipocas.

Um problema sério que minou seus relacionamentos durante anos e que só pode ser combatido graças a uma compreensão infinita. Seu novo parceiro, Kurt, parece ser a pessoa certa.

Advertisement
image: Facebook

Durante o primeiro encontro, Kurt começou a mastigar muito forte, com a boca aberta. Eu sabia que não poderia dar certo - eu tive que dizer a ele imediatamente", disse Derrol. Em vez disso, Kurt foi imediatamente muito prestativo, ajudando a Derrol a lidar com essa condição difícil graças a dois ingredientes fundamentais: amor e compreensão.

Derrol descobriu que tinha misofonia apenas com 30 anos, quando ele ainda tinha que usar fones de ouvido por 4-5 horas por dia, para não ouvir os ruídos mais irritantes. Desde então, ele começou a falar sobre isso e espera que sua história possa esclarecer essa condição infeliz e ajudar os outros a administrá-la melhor.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado