Os fogos de artifício eram muito fortes: o filhote de 18 meses morre de infarto por causa do medo - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Os fogos de artifício eram muito fortes:…
Depois de perderem uma competição para bovinos, um garoto e a sua vaca repousam abraçados no estábulo Um cachorrinho se perde no deserto: alguns motociclistas o salvam e o levam de volta para sua família

Os fogos de artifício eram muito fortes: o filhote de 18 meses morre de infarto por causa do medo

1.042
Advertisement

A pequena Molly, um terrier preto de 18 meses, não suportou todo aquele barulho ensurdecedor dos fogos de artifício que haviam sido acesos na cidade de Wombwell e Dartfield, na região de Yorkshire, no sul da Inglaterra. A filhote de pouco mais de um ano teve um ataque cardíaco repentino causado pelo medo atribuído aos fogos de artifício. Uma história trágica que mais uma vez nos lembra como ruídos altos podem ser fatais para nossos animais de estimação.

via: Metro UK

Susan Paterson, uma mulher que vive em Wombwell, postou em um  grupo do Facebook chamado Wombwell Wise uma fotografia da pobre Molly alguns dias depois da sua morte para tentar conscientizar ao máximo as pessoas sobre esse perigo para nossos amigos de quatro patas. Na ocasião do trágico evento, Susan pediu aos usuários do Wombwell que seguissem assiduamente a página da organização britânica  FAB (Anti Random Firework Page).

Esta organização lançou uma petição pública no Change.org pedindo uma revisão completa das leis sobre fogos de artifício, a fim de proteger todos os tipos de animais de angústia e de sérias consequências.

A petição do Change.org alcançou 500.000 assinaturas e afirma que cerca de 40% dos cães têm medo de barulhos altos, como fogos de artifício, que todos os anos tiram a vida de milhares desses amigos de quatro patas, por exemplo. Embora o debate sobre as leis de fogos de artifício de 2003 e 2004 tenha sido discutido no Parlamento britânico no final de 2018, houve pouco movimento concreto sobre o assunto na Grã-Bretanha.

Que a morte prematura da pequena Molly seja um aviso para aqueles que usam fogos de artifício, tanto para uso público, quanto privado: não podemos permitir que nossos animais de estimação (e não apenas) percam suas vidas, tudo isso deve acabar!

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado