Este menino é daltônico e consegue ver as cores como são pela primeira vez graças à ajuda do diretor da escola - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Este menino é daltônico e consegue…
Xarope de mel e cebola: um remédio caseiro eficaz contra a tosse Ter um filho homem em casa é como cuidar de um príncipe encantado por toda a vida

Este menino é daltônico e consegue ver as cores como são pela primeira vez graças à ajuda do diretor da escola

895
Advertisement

Às vezes, basta um simples gesto para fazer uma pessoa feliz e melhorar o seu dia. Especialmente quando se trata de quem tem menos sorte ou luta diariamente contra deficiências ou doenças incapacitantes. Ajudar, mesmo com pouco, significa exercitar altruísmo e empatia, qualidades que nunca devem ser negligenciadas.

Scott Hanson, diretor da Lakeview High School, um instituto de Minnesota onde Jonathan Jones, 12 anos, um menino diagnosticado com daltonismo estuda, sabe muito bem disso disso.

via: Metro

Essa deficiência visual é uma condição bastante debilitante que afeta milhões de pessoas em todo o mundo e não permite viver uma vida cotidiana normal, arriscando fazer com que os afetados se sintam diferentes e excluídos. Não ser capaz de distinguir cores, especialmente em uma idade delicada como a de Jonathan, realmente faz com que se corre o risco de cair em desânimo.

Assim o diretor, ciente de tudo isso e também daltônico, decidiu deixar o aluno experimentar uma experiência que ele não esquecerá facilmente. Durante uma aula, o professor se dirigiu diretamente ao garoto, e resolveu emprestar seus óculos especiais para daltônicos, chamados Enchroma.

Impacientemente, o garoto os colocou e começou a experimentar pela primeira vez o que significa distinguir bem as cores das coisas que nos rodeiam. Sua reação, gravada em um vídeo pelo irmão do garoto, descreve melhor que mil palavras o que ele sentiu. De fato, o garoto de 12 anos não conseguiu conter as lágrimas enquanto olhava para objetos e pessoas ao seu redor.

O vídeo, compartilhado no Twitter, fez o giro da web em pouco tempo, emocionando muitos usuários. A mãe de Jonathan também foi bombardeada com ofertas daqueles que queriam ajudar o filho a conseguir um par de óculos para daltônicos

Advertisement

O diretor Hanson, a esse respeito, declarou que quer se comprometer a facilitar a vida das crianças daltônicas que frequentam sua escola. Graças ao GoFundMe, a mãe de Jonathan ativou uma plataforma através da qual é possível fazer doações para crianças que sofrem dessa patologia que não podem comprar lentes especiais.

Uma história de generosidade e altruísmo, portanto, que mostra como no mundo ainda é possível encontrar aqueles que realmente se preocupam com o bem-estar dos outros, tentando, com os meios à sua disposição, melhorar suas vidas.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado