Ela achava que tinha sido abandonada com 3 anos, mas não foi bem assim: 55 anos depois reencontra os seus verdadeiros pais - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Ela achava que tinha sido abandonada…
Com 86 anos decide fazer alguma coisa para a sua escoliose: graças à yoga a idosa voltou a caminhar Se você não está satisfeito com a sua vida, você tem a responsabilidade de mudá-la

Ela achava que tinha sido abandonada com 3 anos, mas não foi bem assim: 55 anos depois reencontra os seus verdadeiros pais

Por Roberta Freitas
13.809
Advertisement

Infelizmente, nem todos puderam passar uma infância tranquila e pacífica nos braços de seus pais. Kim Gantt, por exemplo, não foi uma criança de muita sorte. Seus documentos de adoção mostram como ela foi adotada por uma família americana aos 3 anos de idade e como ela se mudou da Coréia do Sul para o país de grandes oportunidades. Sem ter lembranças passadas de seus primeiros anos, a mulher - agora adulta - sempre acreditou que tivesse sido abandonada por seus pais biológicos. Somente 55 anos depois, Kim conseguiu descobrir a verdade sobre seu passado: tudo aquilo que ela sabia estava errado e ela descobriu que na Coréia ainda havia uma família que nunca tinha deixado de amá-la e que procurava por ela.

Kim sempre acreditou que seus verdadeiros pais a abandonaram quando criança e, quando pensava neles, se imaginava como fruto de um relacionamento passageiro entre um soldado americano e uma mulher coreana. Depois de 55 anos, no entanto, Kim decidiu realmente descobrir algo sobre suas origens e, depois de comprar a primeira passagem de avião que conseguiu, partiu para a Coréia do Sul. Lá, ela começou a investigar seu passado visitando o orfanato onde estivera quando criança.

E foi a partir desse momento que as peças do quebra-cabeça começaram a se unir, destruindo todas as teorias com as quais ela tinha vivido a vida inteira.

A mulher soube imediatamente que ela tinha estado em dois orfanatos diferentes (não um) e não tinha registros hospitalares sobre seu nascimento, porque ela nasceu em casa. Depois de seguir o conselho de um policial para fazer um teste de DNA, ela também percebeu que era completamente coreana - sua teoria inicial, portanto, não correspondia.

Mas, de quem ela era filha afinal?

Advertisement

Meses após sua primeira visita à Coréia, Kim recebeu um e-mail do departamento de polícia no qual ela tinha feito o teste de DNA. Eles informaram que haviam encontrado uma correspondência entre o DNA dela e o de duas outras pessoas: Labangnyeo Jong e Yuman Jang.

O casal apresentou seu DNA em 2014 porque queria encontrar sua filha biológica, Mi Kyung. E Kim era a filha desaparecida: eles a procuravam há 50 anos!

Em 2019, ela retornou para a Coréia para conhecer seus pais biológicos, finalmente, e também conheceu sua irmã mais nova e dois outros irmãos mais novos. A reunião foi realmente emocionante. Embora Kim estivesse um pouco preocupada com o andamento das coisas, assim que chegou ao aeroporto, imediatamente se sentiu acolhida e amada. A irmã mais nova atuou como intérprete para que os pais pudessem se comunicar com ela.

Mas o que aconteceu mais de 50 anos antes?

Finalmente Kim conseguiu descobrir o que havia acontecido quando ela era pequena. Primeiro de tudo, ela não tinha 3 anos, mas 5 quando desapareceu de repente. Ela estava em casa com seu avô, já que sua mãe trabalhava em Seul, quando um dia ela saiu de casa e seu avô não conseguiu mais encontrá-la. Em vez de dizer a verdade, o avô disse a todos que a criança estava morta. Felizmente, o casal não acreditou nessas palavras e continuou a procurá-la sem perder a esperança.

Advertisement

"Acho que era mais fácil dizer que eu estava morta do que 'perdi sua filha'. Mas não sei quando meus pais realmente perceberam que eu não estava morta", disse a mulher.

Uma história que, apesar de dramática, encontrou um final feliz incrível: agora Kim tem duas famílias que a amam e ela finalmente conseguiu decifrar quem era - com quem se parece, a quem puxou em certas atitudes, etc ... - e também seu histórico médico.

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado