Passar mais tempo com os pais idosos pode retardar o declínio psicofísico deles: é o que revela um estudo - OlhaQueVideo.com.br
x
Utilizando este site, você aceita o modo no qual utilizamos os cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais Ok
x
Passar mais tempo com os pais idosos…
A Marinha australiana hospedou em um navio mais de 100 animais domésticos que escaparam do fogo Um homem contraiu uma infecção potencialmente fatal por causa do seu hábito de roer as unhas

Passar mais tempo com os pais idosos pode retardar o declínio psicofísico deles: é o que revela um estudo

Por Roberta Freitas
1.108
Advertisement

Para muitos, os pais são figuras de referência e um porto seguro. Quando mais precisávamos, especialmente em nossa juventude, eles sempre estavam lá para nos ajudar e para nos apoiar, o tempo todo.

Ao longo dos anos, os pais envelhecem e é normal que isso aconteça. Perceber que um pai ou mãe está caminhando para a velhice, para um filho, não é nada fácil, exatamente porque, na imaginação comum, um pai é uma figura quase "heróica". Além do declínio físico, no entanto, deve-se sempre lembrar que um grande componente do envelhecimento prematuro é desempenhado pela psique e seus pelos problemas. Entre eles, a solidão. Um estudo a esse respeito revelou como é importante fazer companhia a pais e mães após uma certa idade.

Solidão e declínio funcional são duas coisas altamente relacionadas. Pode parecer óbvio, mas além dos fatores de sofrimento físico, fazer companhia para pais idosos pode ser essencial para retardar o envelhecimento. A pesquisa na Universidade da Califórnia em San Francisco durou mais de 6 anos e envolveu 1604 adultos com 60 anos ou mais.

Ao monitorar seu cotidiano e perguntar se eles se sentiam excluídos ou isolados, os estudiosos descobriram que todos os que se sentiam mais sozinhos também tinham mais dificuldade em realizar atividades diárias. A solidão causa estresse crônico e, portanto, pode levar a formas de depressão. Todas as condições que certamente não ajudam o bem-estar e a saúde das pessoas e, portanto, as tornam mais suscetíveis a contrair doenças.

image: Needpix

Em resumo: ficar sozinho por muito tempo, para a maioria dos participantes do estudo acima de 60 anos de idade, foi um fator de declínio precoce, bem como um risco para a saúde. Quando uma pessoa se sente isolada ou isolada da vida de outras pessoas, pode sofrer um declínio mais rápido. Por outro lado, estar presente, falar e se sentir considerado são coisas que ajudam a preservar a atividade do nosso corpo.

É por isso que um filho nunca deve esquecer de passar um tempo com seus pais. Por outro lado, são pequenos gestos para quem os faz, mas presentes importantes para quem os recebe. Quem sabe se, depois de ler este estudo, você não vai querer correr até o seu pai ou sua mãe!

Advertisement

Deixe um comentário!

Advertisement
Advertisement
x

Por favor, faça o login para carregar o vídeo

Cadastre-se com Facebook com 2 simples cliques!
(Usamos Facebook somente para que o registro seja mais rápido e NÃO iremos postar nada no seu mural)

Acesse com Facebook

Quer mais coisas como essa?

Curta e não perca os melhores da internet!

×

Já sou fã, obrigado